Últimas Notícias
Capa / Destaque / Edson pode assumir secretaria na segunda

Edson pode assumir secretaria na segunda

O Edson Magalhães será o Bill Clinton para mim

Uma informação começa a ganhar força nos bastidores políticos de Guarapari. Trata-se da indicação do ex-prefeito Edson Magalhães (sem partido), para assumir uma secretaria no governo de Orly Gomes (DEM).

Ex-prefeito pode ir para o DEM.

ex-prefeito pode ser secretario

O prefeito já afirmou que Edson é uma pessoa de sua confiança e seria seu conselheiro, onde já chegou a compará-lo até a Bill Clinton. “Bill Clinton está lá num cantinho, sentado, olhando o mundo da sua cadeira e sempre que Barack Obama tem um grande problema para decidir, ele vai lá, ‘senta’ no ouvido de Bill Clinton, conversa e pega informações, orientações para aplicar no seu trabalho. O Edson Magalhães será o Bill Clinton para mim”, disse a imprensa.

 

 

 

Derrama. Solto a menos de um mês na operação derrama, que investiga ilegalidades em contratos das prefeituras com uma empresa que trabalha com a recuperação de tributos municipais, Edson Magalhães ainda não deu nenhuma entrevista, mas fontes de dentro da prefeitura, dizem que é grande a chance de ele ser nomeado secretário já nesta segunda feira.

De acordo com as informações apuradas até o momento, a pasta que o ex-prefeito deve assumir seria a Secretaria Municipal de Projetos (SEMPRO). Curiosamente, na lista oficial dos novos secretários divulgada a imprensa, esta secretaria veio sem o nome do secretário titular, contando apenas o nome do secretário adjunto, Cláudio Roberto Passos Coelho. “Não precisa ser essa secretaria. Edson pode escolher a que ele quiser. Orly quer ele por perto”, afirmou um vereador da cidade.

Condenação. Resta saber como Edson poderia ser secretário, já que possui vários processos judiciais. Ainda no começo de março, saiu uma condenação contra o ex-prefeito.  O juiz da Vara da Fazenda Pública de Guarapari, Gustavo Marçal da Silva e Silva, multou, no dia (4), o ex-prefeito, em uma ação de improbidade pela condenação do município em um processo trabalhista.

Na decisão, o magistrado também proibiu Edson de contratar ou receber benefícios com o poder público pelo prazo de dois anos. Desta sentença ainda cabe recurso, mas Edson tem vários outros processos que correm na justiça, e assumir uma secretaria agora, seria um enorme desgaste tanto para Edson, como para Orly Gomes.

Sobre Wilcler Carvalho Lopes

Formado em jornalismo em 2002 pela Faesa, trabalhou no jornal A Tribuna, Rádios e TV. Fez com assessoria de imprensa para políticos e órgãos públicos. Atualmente é assessor de comunicação na Prefeitura de Piúma e editor do Portal 27.