JB Padrão
Ribero e Padua
Banner TOP

Bruno Gil Alcon, um adolescente mineiro de 16 anos, se afagou na Praia do Morro nesta tarde, por volta das 16h45. Segundo as testemunhas, o jovem estava com o seu irmão de 26 anos e sua mãe caminhando na praia, quando decidiu entrar no mar – que estava revolto – junto com o irmão.

Ele teria sido puxado pela correnteza por 100 metros, indo parar em frente ao Quiosque 2, sem conseguir escapar, Bruno desapareceu no mar. O irmão ainda tentou ajudar o adolescente, mas não teve sucesso. A cozinheira de um dos quiosques, Maria Ramos, contou que às 16h45 um homem entrou correndo no quiosque pedindo garrafas pet, para usar como boias.

O rapaz desapareceu em frente ao quiosque 2.
O rapaz desapareceu em frente ao quiosque 2.

“Ele entrou pedindo as garrafas, me disse que tinha um menino se afogando na praia e queria tentar arrumar umas pets. Para amarrar uma na outra e jogar no mar para o menino puxar. Quando ele chegou perto e perguntou ao irmão do adolescente, se precisava de ajuda, o irmão disse que já não tinha mais jeito” disse ela.

Desaparecido

Os bombeiros estiveram no local e realizaram buscas entre os três quiosques onde o menino desapareceu até às 18h29. Amanhã uma equipe de mergulhadores retomará as buscas no início da manhã.

Salva-vidas

As informações dos moradores que residem em frente ao local, é de que os Bombeiros só chegaram na praia às 17h30, quase uma hora depois do afogamento. Alguns quiosqueiros que pediram para não serem identificados, informaram que não havia guarda-vidas no local onde Bruno se afogou.

Bandeira vermelha avisava banhista do perigo de nadar no local.
Bandeira vermelha avisava banhista do perigo de nadar no local.

A Prefeitura respondeu a denúncia por meio de uma nota e afirmou que a fatalidade aconteceu após o termino da jornada de trabalho. “O incidente ocorreu após o final da escala dos profissionais. Os ventos fortes mudaram as condições de mar e as correntes marinhas ainda agravaram a situação. No momento do incidente, a praia estava sinalizada por bandeiras vermelhas, indicando o alto risco. Essa sinalização sempre deve ser respeitada independentemente da presença dos guarda-vidas. A Secretaria Municipal de Saúde irá apurar todos os fatos”, afirmou a nota.

Afogamentos na Praia do Morro

Os afogamentos de turistas na Praia do Morro estão se tornando uma triste rotina. O portal27 já noticiou diversos acontecimentos em condições semelhantes. O último caso, inclusive, terminou com promessa de demissão de salva-vidas. (Confira aqui a matéria)

Ideally
Camara Municipal de Guarapari – Participe

Institucional MAllagutti
Banner Marcelo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here