O secretário de Desenvolvimento e Expansão Econômica de Guarapari, Danilo Bastos, se reuniu com a imprensa local na tarde desta terça-feira (02), para fazer um balanço dos dados da Segurança Pública durante o mês de janeiro. Danilo ainda aproveitou a ocasião para divulgar as ações que serão realizadas durante o Carnaval no município.

danilo bastos
O secretário fez um balanço da Segurança no município durante o mês de janeiro.

“Durante o verão, nós fizemos várias ações integradas e recebemos um reforço no município: a PM recebeu reforço de 196 policiais, que atuaram durante o verão e vão atuar até o dia 14 de fevereiro aqui em Guarapari. Desses 196 policias, 57 vão permanecer no município, então vamos ter um reforço do efetivo durante todo o ano”, destaca Danilo.

O secretário fez um comparativo entre os dados de janeiro de 2015 e janeiro de 2016, este último, segundo ele, sendo muito produtivo. Veja abaixo:

  • Roubo a pessoa em via pública: 81 casos registrados em janeiro de 2015; 59 em janeiro de 2016;
  • Roubo a estabelecimento comercial: 9 registrados em janeiro de 2015; 6 em janeiro de 2016;
  • DPJ DE GUARAPARI VINÍCIUS RANGEL
    Foto: Vinícius Rangel

    Roubo a veículo: 7 registrados em janeiro de 2015; 6 em janeiro de 2016;

  • Furto a comércio: 17 registrados em janeiro de 2015; 13 em janeiro de 2016;
  • Furto de veículo: 30 registrados em janeiro de 2015; 21 em janeiro de 2016;
  • Armas apreendidas: 11 armas foram apreendidas em janeiro de 2016;
  • Apreensões de drogas: 34 realizadas em janeiro de 2015; 99 em janeiro de 2016;
  • Veículos recuperados: 19 recuperados em 2015; 23 em janeiro de 2016;
  • Roubo em transporte coletivo: 1 caso registrado em 2015; 4 em janeiro de 2016, 2 deles foram registrados pelo videomonitoramento;
  • Homicídios: 2 casos registrados em 2015; 1 em janeiro de 2016.

“De forma geral, os dados são muito bons. Nós tivemos uma redução dos registros de violência praticada aqui no município de Guarapari e, além disso, nós tivemos aí uma melhora nos veículos recuperados. Isso é um resultado positivo, que a presença ostensiva da polícia traz imediatamente a população”, ressalta o secretário.

Ele ainda destaca as ocorrências registradas pela Central de Videomonitoramento no primeiro mês de 2016:

  • Foto: João Thomazelli/Portal 27
    Foto: João Thomazelli/Portal 27

    168 casos registrados, a maioria deles sendo ações coordenadas junto com a Polícia Militar;

  • 22 blitzes policiais;
  • 22 abordagens a pessoas, que foram programadas também junto ao videomonitoramento;
  • 18 ocorrências policiais, que resultaram em abordagens a pessoas;
  • Colisão sem vítima: 13 registradas;
  • Colisão com vítima não fatal: 9 registradas;
  • Infrações de trânsito registradas pelo videomonitoramento: 13;
  • 8 atendimentos do Samu acionados através do videomonitoramento;
  • 8 abordagens veiculares, acionadas também pelo videomonitoramento;
  • Comércio ilegal: 4 situações;
  • Tráfico de entorpecentes: 2 casos flagrados e registrados;
  • A partir de janeiro deste ano, o sistema de videomonitoramento também começou a atuar de forma integrada com o Corpo de Bombeiros, evitando trotes e desvio da frota a locais sem qualquer tipo de ocorrência.

Carnaval

Sobre o feriado que se aproxima, Danilo explica que haverá um veículo da Polícia Militar durante 24 horas atuando junto com a Secretaria de Meio Ambiente na fiscalização de carros parados em via pública com sonorização. “Isso é proibido aqui no município e é uma ação necessária, porque durante a noite, e até mesmo durante o dia, isso aglomera pessoas em determinados locais, sem segurança, sem estrutura, e traz risco a população e aos turistas”, diz o secretário.

Foto: João Thomazelli/Portal 27

Ele ainda acrescenta: “Vamos também atuar nas programações oficiais do município: Praia do Morro e Centro. Nós vamos ter o apoio da Fiscalização, da Polícia Militar e da Polícia Civil”. A Polícia Militar irá atuar nos bairros acompanhando alguns blocos, principalmente aqueles que vão contar com um público superior a 300 pessoas.

Quanto ao disque-silêncio, o secretário informa que, no Carnaval, não são aplicados os limites de decibéis estabelecidos em legislação, sendo liberada a sonorização de ambientes, tanto públicos quanto privados. Relembrando que veículos com sonorização não podem ficar parados, pois existe uma lei específica para isso, estando sujeitos a multa ou retenção. Estabelecimentos licenciados também poderão permanecer 24 horas com música durante o período.

Deixe seu comentário