Em mais um desdobramento da operação que apreendeu uma tonelada de maconha no interior de Guarapari na semana passada, policias civis apreenderam mais 17 quilos de maconha na manhã de hoje. Quatro pessoas foram detidas.

A ação da Polícia Civil, que contou com o apoio de policiais militares do Grupo de Apoio Operacional (GAO), foi realizada em Guarapari e Anchieta, simultaneamente.

além de maconha, na casa de Rhussan (direita), foram apreendidas dias páginas com nome e número de clientes do traficante. Foto: João Thomazelli/Portal 27
além de maconha, na casa de Rhussan (direita), foram apreendidas dias páginas com nome e número de clientes do traficante. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Em Anchieta foram apreendidos 6,2 quilos de maconha, um revólver calibre 38 com munição, uma faca usada para cortar a droga, além de balança de precisão e dinheiro. Foram presos Luiz Felipe Lourencini, 22 anos e Agnaldo Gonçalves de Matos, 32 anos.

Parte da droga estava cortada em pedações grandes prontos para a venda. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Parte da droga estava cortada em pedações grandes prontos para a venda. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Já em Guarapari foram presos Rhussan Schineider Farias, 30 anos, e Tereza Cristina de Souza, 20 anos. Os dois estão casados há três dias, de acordo com Rhussan. Na casa deles, foram apreendidos 11,2 quilos de maconha.

Na casa do casal, ainda foram encontradas duas páginas de caderno com o nome e o número de telefone de vários clientes dos detidos. Vasos de plantas com pequenos pés de maconha também foram apreendidos na casa.

Parte desta droga estava cortada em pedaços menores e empacotada. A droga, de acordo com a polícia, estava espalhada no chão de um dos cômodos da casa e parecia ter sido preparada para a venda na noite anterior.

Em Anchieta a polícia apreendeu maconha e um revólver. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Em Anchieta a polícia apreendeu maconha e um revólver. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Rhussan afirmou que a esposa não tem nenhuma relação com o tráfico e que ele é o dono de toda a droga encontrada na casa deles. “Eu cometi esta besteira e ela não tem nada com isso”. Mas para a polícia, Tereza tinha papel ativo na venda e distribuição da droga para os clientes da lista.

Deixe seu comentário