Valesca Popozuda está ainda mais em evidência após o lançamento do clipe ‘Beijinho no Ombro’, uma produção que custou caro e agradou a funkeira. “São mais de 2 milhões de visualizações na internet. O investimento foi grande, cerca de R$ 470 mil, claro que não saiu do meu bolso. Disse ela à uma revista.
Valesca Popozuda está ainda mais em evidência após o lançamento do clipe ‘Beijinho no Ombro’, uma produção que custou caro e agradou a funkeira. “São mais de 2 milhões de visualizações na internet. O investimento foi grande, cerca de R$ 470 mil, claro que não saiu do meu bolso. Disse ela à uma revista.

“Beijinho no ombro pro recalque passar longe…”. É com esse hit, uma das músicas mais estouradas do momento, que o fenômeno do funk, Valesca Popozuda, chega ao Villa Bohemia Club, em Vila Velha. A carioca se apresenta na casa, dia 22 de janeiro, levando muito agito para o público.

ASSISTA AO CLIPE OFICIAL CLICANDO AQUI.

Nascida no Rio de Janeiro, no bairro do Irajá, Valesca dos Santos, ex-vocalista da Gaiola das Popozudas, lutou muito para obter reconhecimento. No início da carreira a artista pedia aos DJs dos bailes que tocassem as músicas do grupo, geralmente o pedido só era atendido no final do baile, com as quadras praticamente vazias. Valesca tinha tudo para desistir, mas foi atrás do seu sonho que hoje se tornou realidade.

Valesca se tornou a voz da mulher da favela, da classe média e do condomínio de luxo. Também faz parte do samba. Sua ligação com o ritmo começou em 2009, quando foi rainha de bateria da Porto da Pedra, o que se repetiu no ano seguinte. Em 2011 foi a vez da bateria da Águia de Ouro (São Paulo) ter Valesca como rainha.

Animada com a repercussão, Valesca falou sobre as inspirações para o clipe. “Me inspirei na Beyoncé, que eu adoro, na Katy Perry e na Lady Gaga”, disse ela, que não escondeu a satisfação com o resultado final: “Amei, não fiquei uma Beyoncé 100%, mas fiquei 50%”.
Animada com a repercussão, Valesca falou sobre as inspirações para o clipe. “Me inspirei na Beyoncé, que eu adoro, na Katy Perry e na Lady Gaga”, disse ela, que não escondeu a satisfação com o resultado final: “Amei, não fiquei uma Beyoncé 100%, mas fiquei 50%”.

No mesmo ano também foi musa do Salgueiro, posto que ocupa desde então. Sem esquecer a outra paixão do brasileiro, ela também é rainha da maior torcida organizada do Brasil, a Raça Rubro-Negra, do Flamengo. Em 2010 estampou a capa da revista Playboy. Com cinco dias nas bancas a publicação precisou ser relançada pela excelente vendagem.

A Gaiola das Popozudas comandada por Valesca e suas dançarinas, fez duas turnês internacionais em 2011. Valesca lotou os shows nos EUA (Washington, Miami, New Jersey e Boston) e também se apresentou na Europa. Atualmente, em carreira solo, Valesca acaba de gravar seu primeiro vídeo clipe para o mais novo hit dos bailes ‘Beijinho no Ombro’, sucesso nas rádios de todo o país.

Outras atrações que se apresentam na mesma noite são: Mark Dias, Leandro Netto e Dj Baduh.

 

Deixe seu comentário