Câmara de Anchieta
JB Padrão
Banner TOP

Já virou uma ótima tradição. No próximo dia 21, às 16 horas acontece na Lua Azul o 8º Chá Beneficente organizado pela empresária Dora Nossa e pela médica Beth Pádua. O evento ajuda quatro entidades assistenciais de Guarapari.

“Os valores arrecadados beneficiam quatro instituições que ajudam crianças, adolescentes, e todo ano eles aumentam o número de pessoas assistidas, então todo ano tentamos aumentar a arrecadação”, explica Beth Pádua.

As entidades ajudadas pelo Chá Beneficente são a Associação Crescer Com Viver, Salvamar, Portal da Luz e Mão Amiga, que é uma instituição de senhoras que ajudam outras outras pessoas, com cestas básicas, cadeiras de rodas e outros artigos de primeira necessidades. Todo ano uma quinta entidade é ajudada. No ano passado foi a Creche Alegria, de Santa Mônica, e este ano, a ajuda será para as obras da Matriz do Centro.

Dora Nossa e Beth Pádua são as organizadoras do evento. Foto: Felipe Vieira

“No ano passado foram quase R$ 55 mil doados para as instituições e este ano pretendemos igualar ou superar este valor. Sabemos que o país está em crise, nossa cidade também, mas nós vamos nos empenhar para conseguir”, explicou a médica.

Além das atrações que normalmente são apresentadas durante o Chá, como desfiles de moda, apresentações de dança, leilões e sorteios de brindes, este ano a atração musical fica por conta da cantora Mariana Coelho, que causou furor no The Voice do ano passado e é frequentadora assídua de Guarapari.

mariana coelho“Desde pequena eu frequento Guarapari. Minha avó tinha apartamento na Praia do Morro e depois passamos a alugar apartamento nas Castanheiras. Depois do The Voice, meu primeiro show grande mesmo foi aqui em Guarapari, abrindo para a dupla sertaneja João Neto e Frederico e foi fantástico. e agora eu estou muito ansiosa para o Chá”, revelou a cantora.

Sentimento de realização

As organizadoras do evento são mulheres bem sucedidas no meio em que atuam, mas nem por isso deixam de pensar na ajuda aos mais carentes. E isso fica evidente na alegria delas em falar sobre o assunto.

“Esse resultado final, a alegria das pessoas ao receberem a ajuda de que precisam, essa é a nossa motivação. Hoje é um evento que já não dá mais para não fazer. Todo ano pensamos no trabalho que dá organizar isso tudo, temos que deixar nossas profissões um pouco de lado, mas acredito que todos nós devemos dar nossa parcela para ajudar”, disse Beth Pádua.

Dora Nossa, também falou da sensação de poder ajudar. “Acredito que o sentimento é maior para nós ajudando do que para eles recebendo. O prazer, a gratidão, o sentimento de poder ter ajudado de alguma forma estas pessoas. Esse é o chamado, isso que nos move a fazer o evento.

Institucional MAllagutti
Institucional M Conveniências [banner top]
Institucional Basic Idiomas
Banner Marcelo

Câmara Municipal de Guarapari
Padrão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here