Após o vereador Dito Xaréu protocolar ontem (veja aqui), oficio pedindo que os salários dos vereadores de abril sejam reduzidos em 50%, e que esse valor restante seja doado a instituições de caridade ou para a saúde do município, a vereadora Fernanda Mazzelli (PRB) apoiou o projeto do colega e pediu extensão.

Vereadora Fernanda Mazzelli (PRB) apoiou o projeto do colega e pediu extensão.

Ampliação. Em oficio protocolado hoje (3) na Câmara, ela pede que os salários do “prefeito, vice-prefeito, secretários e subsecretários do município de Guarapari para ser aplicado em investimentos da saúde visando auxiliar nas ações de combate a Covid-19”, diz ela no oficio.

A vereadora alega no oficio que “Este pedido se dá, devido a situação caótica em que estamos vivendo em decorrência da crise desencadeada pela pandemia”, escreveu.

Urgência. Se o prefeito Edson Magalhães acatar o pedido de Fernanda, a própria noiva do vereador Dito – a Secretária Municipal de Saúde Alessandra Santos Albani – será afetada pelo desconto. Ao Portal 27 Fernanda Mazzelli relatou que “Espero que o prefeito entenda a urgência e a motivação do pedido e que a secretária de saúde, que é noiva do vereador Dito Xaréu, também apoie a iniciativa do seu esposo. Vamos aguardar a manifestação do prefeito e seus secretários para que o pedido do vereador Dito Xaréu possa prosseguir na Câmara. Esse é o meu posicionamento e respeito a decisão da casa parlamentar”, afirmou.

Deixe seu comentário