A Câmara Municipal de Guarapari realizou nesta quinta-feira (16), a 19ª Sessão Ordinária, marcada pela votação de importantes projetos e debates entre os vereadores. A sessão teve início com o vereador Izac Queiroz criticando a gestão do prefeito Edson, apontando diversas falhas administrativas.

Em seguida, o vereador Professor Luciano prestou homenagens à Academia de Letras e Artes de Guarapari, destacando a contribuição cultural da entidade para o município. O vereador Max Júnior também fez uso da tribuna, abordando questões relacionadas aos bairros e ao sistema de estacionamento rotativo.

Já o vereador Fábio Veterinário compartilhou suas considerações sobre temas locais. O vereador Dr. Humberto destacou a importância do programa Mais Médicos do governo federal em Guarapari, ressaltando os benefícios para a saúde pública da cidade.

Câmara Municipal de Guarapari realizou nesta quinta-feira (16), a 19ª Sessão Ordinária

Na ordem do dia, um dos pontos foi a votação sobre a derrubada dos vetos do prefeito a projetos de lei. Um dos vetos nº 003/2024, referia-se a um projeto de lei do vereador Rodrigo Borges que estabelece uma política pública municipal para a garantia, proteção e ampliação dos direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus familiares.

Durante a defesa do projeto de lei nº 017/2024, o vereador Rodrigo Borges pediu aos colegas a rejeição do veto do prefeito, enfatizando a importância de cumprir a legislação em prol das pessoas com TEA. A vereadora Kamilla Rocha manifestou seu apoio ao projeto, mas alertou para possíveis conflitos com a legislação existente, ainda que tenha votado a favor por considerar a questão política.

O veto do prefeito foi rejeitado por unanimidade dos vereadores presentes na sessão, garantindo a manutenção da lei que amplia os direitos das pessoas com autismo e seus familiares. A sessão destacou a atuação dos vereadores em temas essenciais para a comunidade de Guarapari, refletindo o comprometimento com as demandas da população.