A Polícia Federal no Espírito Santo desencadeou nesta sexta, 20, a denominada Operação Shiva, com o objetivo de cumprir 04 Mandados de Busca e Apreensão por suspeita de associação para a prática de tráfico de entorpecente na Grande Vitória e cidades próximas.

OP. SHIVA (8)
As investigações estão em andamento há cerca de cinco meses. Fotos: PF

Foram cumpridos 02 Mandados de Busca e Apreensão em Guarapari, um em Vitória e um em Domingos Martins, com o objetivo de localizar drogas, armas, documentos e arquivos digitais que comprovem o envolvimento dos investigados com o tráfico de entorpecente.

OP. SHIVA (2)
As investigações também possuem o objetivo de identificar os fornecedores. Fotos PF

As investigações estão em andamento há cerca de cinco meses e foram iniciadas a partir da abordagem de um dos investigados, que à época portava pequena quantidade de “haxixe” e cerca de R$7.000,00 (sete mil reais) em espécie, cuja origem não foi totalmente esclarecida, restando suspeita de ser fruto da atividade criminosa.

O grupo é suspeito de se associarem de modo permanente para comercializar haxixe, êcstasy e LSD para usuários da região, sendo a conduta prevista nos artigos 33 e 35 da Lei nº 11.343/06, cujas penas previstas somadas podem chegar a 25 anos de reclusão. As investigações também possuem o objetivo de identificar os fornecedores de tais substâncias ilícitas, pois é sabido que não são produzidas no Espírito Santo.

Participam da Operação cerca de 25 Policiais Federais. Uma das espécies de LSD comercializada pelo grupo é conhecida como “Olho de Shiva”, por trazer tal imagem impressa. Shiva é uma das divindades do Hinduísmo.

A Polícia Federal efetuou a prisão de 3 pessoas, sendo uma em flagrante pela posse de cerca de 30 comprimidos de ecstase, e duas por portarem quantidade de maconha, gerando Termo Circunstanciado. Dos quatro alvos da operação Shiva, apenas um deles não foi localizado pelos Policiais Federais.

Deixe seu comentário