A EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, alerta os moradores da Região Serrana do Estado devem ficar atentos. Segundo as denúncias, pessoas não autorizadas estão acessando os transformadores e violando os equipamentos. Casos já foram registrados nos municípios de em Venda Nova, Castelo, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim e Mimoso do Sul.

Esses furtos geram grandes problemas à população. Nas áreas rurais, por exemplo, as linhas de produções são afetadas e podem trazer grandes prejuízos aos produtores com a queda de produtividade. Nas áreas urbanas, além da falta de energia nas residências e comércios, é possível que até a rede de iluminação pública fique desenergizada, deixando os moradores sujeitos aos assaltos.

Outra prática relatada são de que golpistas, fingindo ser funcionários da concessionária, estão tentando extorquir dinheiro de moradores nas suas residências, afirmando que o relógio medidor de consumo está violado e que, se o consumidor não pagar um valor, será multado pela empresa.

Todos os serviços prestados pela EDP são cobrados na fatura de energia, que devem ser pagas em bancos ou correspondentes bancários credenciados.

Denúncia e orientação. A EDP reforça que o mais importante é que é que a população denuncie para a Polícia Militar, registrando Boletim de Ocorrência, para que essa pessoa seja punida conforme a lei, e que outros clientes não sejam lesados. Os clientes também podem relatar o ocorrido para a concessionária.

Todas as instalações da rede elétrica, que compreende equipamentos como transformadores, estruturas e meios de transmissão de energia, como cabos e demais componentes da rede, energizados ou não, constituem patrimônio da EDP. Somente profissionais autorizados pela Empresa podem intervir na rede elétrica.

A Distribuidora informa que tanto os colaboradores próprios, quanto os prestadores de serviço/terceiros, que atuam em contato com os clientes ou na manutenção da rede elétrica, podem ser identificados por meio do uniforme, com a logomarca da Companhia. Os profissionais de campo, como os eletricistas, utilizam veículos também padronizados com a marca da empresa fornecedora/terceirizada e da EDP. A frase “A serviço da EDP” é uma das características dos veículos que andam nas ruas e de fato são prestadores de serviços para a Companhia.

Em hipótese alguma os clientes devem pagar por serviços prestados em domicílio. Todos os serviços prestados pela EDP são cobrados na fatura de energia, que devem ser pagas em bancos ou correspondentes bancários credenciados.

É importante reforçar que, para sanar dúvidas ou realizar denúncias, os clientes devem entrar em contato pelas Agências de Atendimento presenciais, pelo site www.edponline.com.br, aplicativo EDP Online ou por meio da Central de Atendimento ao Cliente 0800 721 0707, com ligação gratuita e 24 horas.

Deixe seu comentário