Na época da Festa da Penha sempre ouvimos histórias emocionantes de graças alcançadas e milagres recebidos. A reportagem do Portal 27 conversou com duas pessoas que tiveram seus pedidos ouvidos pela Santa. A primeira história é da Conselheira Tutelar Mônica Merízio. Há 18 anos o filho dela passou por um problema grave de saúde e os médicos tinha poucas esperanças de que a criança, de apenas três anos sobrevivesse.

“Ele teve meningite meningocócica bacteriana. O médico que o atendeu aqui em Guarapari deu 1% de chance para que ele sobrevivesse. Nós o levamos para um hospital em Cachoeiro, onde ele ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo. Lá os médicos disseram que teriam que esperar 72 horas para ver como ele iria reagir ao tratamento”, relembra a conselheira.

IMG_0007
Conselheira Tutelar Mônica Merízio passou por um problema grave de saúde com seu filho Ronan. Foto João Thomazelli/portal27

Ainda de acordo com Mônica, durante o tempo em que ficou internado, vária pessoas apareceram para dar apoio e rezar pela criança. “Todas as vezes que eu tinha que sair do lado dele, eu falava em seu ouvido que Nossa Senhora da penha ficaria ao lado dele, dando proteção”, contou.

penha2Vencida a luta contra a doença, a família foi até o Convento da Penha para agradecer pela recuperação de Ronan Filho. “Logo depois que ele acordou, ainda no hospital, ele me perguntou quem era a moça que ficava ao lado dele quando eu saía de perto. Quando chegamos ao Convento e ele viu a imagem da santa, me disse: Olha lá mãe. Era aquela mulher que ficava comigo no hospital”, conta emocionada Mônica.

Eu acredito que não foi Maria quem curou meu filho, mas com certeza, foi através da intercessão dela que ele sobreviveu.

Milagres. A outra história é do artista multimídia Marcelo Moryan. Marcelo deu um depoimento emocionante para a equipe do Portal 27 que você pode conferir no vídeo abaixo.

Deixe seu comentário