O GAPC é uma entidade sem fins lucrativos que sobrevive unicamente da doação de particulares e empresas, auxiliando pacientes com câncer maiores de 18 anos por meio do fornecimento de medicamentos, suplementos alimentares, próteses mamárias, curativos, perucas, fraldas geriátricas, cestas básicas, atendimentos com assistente social, psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista, além de disponibilizar terapias alternativas, oficinas de artesanato, entre outras atividades.

Além da parceria com o Albergue Ana Paula que diariamente recebe pacientes de cidades vizinhas e que realizam tratamento na capital com o apoio do GAPC. No albergue os assistidos recebem alimentação e acomo da&ccedi l;ão, junto com um familiar, para que se sinta no conforto de um lar.

Devido à pandemia do COVID-19, o GAPC tem enfrentado um período de queda nas doações. Por isso, a entidade faz um apelo à população, para não deixarem de contribuir com recurso financeiro. Além disso, todos os eventos beneficentes programados pela instituição tiveram que ser cancelados. Se as doações continuarem diminuindo, a ONG não terá condições de manter o funcionamento.

O GAPC conta com cinco unidades no Brasil, e nesses últimos 18 anos atenderam mais de dezenove mil portadores de câncer. A unidade do GAPC em Vitória tem mais de 2 mil pacientes cadastrados e atende pacientes de todo o Espírito Santo que faz tratamento na Grande Vitória.

Confira o depoimento de uma assistida do GAPC: Meu nome é Carla Cristina, tenho 36 anos, fui diagnosticada em 2016 com leucemia e desde então faço parte do grupo de mulheres que diariamente lutam contra o câncer no GAPC Vitória

Comecei o tratamento no Hospital Evangélico de Vila Velha, vi muitas mulheres em tratamento e nesse momento estava decidida a desistir de tudo. Além das dificuldades do dia-a-dia também teria que passar pelo doloroso tratamento contra o câncer. Mas essas mesmas mulheres foram a minha motivação, elas me mostraram que é possível enfrentar toda a dificuldade com o apoio do GAPC.

Para mim, tratamento com a psicóloga e a interação com outras mulheres passando pelo mesmo processo nas terapias alternativas em grupo me encorajou a continuar e não desistir. Eu agradeço muito por todo o apoio com alimentação e medicação fornecida pela instituição!”

A Carla e outros assistidos da entidade precisam da sua ajuda! Não deixe de contribuir.

Saiba como ajudar a entidade através dos contatos:
Celular (WhatsApp): (12) 99148- 3508
Telefone fixo: (27) 3060-6215 / 3376-0766
E-mail: contato@gapc.org.br
Acesse: www.gapc.org.br

Deixe seu comentário