Depois de anos tentando, a prefeitura de Guarapari finalmente conseguiu finalizar o processo de licitação do transporte coletivo em Guarapari. A partir de novembro a empresa C. Lorenzutti, que é sócia da Asatur, passará a operar com exclusividade no município.

Dentre as mudanças previstas para ocorrem, assim que a nova empresa de ônibus começar a operar em Guarapari, está o aumento da frota que inicialmente contará com 75 ônibus que vão operar 85 linhas municipais. O número de coletivos operando na cidade, de acordo com o edital, chegará a 105.

Os ônibus que passarão a circular a partir de novembro serão equipados com aparelho de GPS, bilhetagem eletrônica e vídeo monitoramento. O GPS em especial, vai auxiliar tanto o usuário quando o município na fiscalização do cumprimento dos horários dos ônibus.

“Com o GPS o município terá mais facilidade em fiscalizar os ônibus, pois saberemos se eles estão cumprindo os horários. O usuário também vai se beneficiar, já que eles poderão saber onde está o ônibus através de um aplicativo. No último mês a prefeitura aplicou 12 multas às empresas por causa do não cumprimento de horário” explicou o prefeito de Guarapari.

O prefeito, ao lado do secretário Danilo Bastos, falou da importância da conclusão da licitação dos ônibus. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O prefeito, ao lado do secretário Danilo Bastos, falou da importância da conclusão da licitação dos ônibus. Foto: João Thomazelli/Portal 27

O prefeito Orly Gomes concedeu uma entrevista coletiva na tarde de ontem (28) e falou sobre o final do processo licitatório.

“Desde quando nós assumimos a prefeitura temos tido muito cuidado na fiscalização dos ônibus. Nós chegamos a recolher 10 ônibus que não tinham condições nenhuma de circular. Nós lacramos estes veículos nas garagens para eles não voltarem a circular e colocar em risco a população. Nós tínhamos empresas que pagavam motoristas por diária, sem nenhum vínculo empregatício. Nós sempre fomos muito rígidos neste caso”, disse Orly Gomes.

“É importante destacar a importância que esta licitação tem para a cidade.A população só tem a ganhar com isso, pois ela será muito mais assistida pelo transporte público”, finalizou o prefeito.

Além disso, novas linhas serão criadas para atender bairros onde hoje os ônibus não passam, tanto dentro do perímetro urbano como no interior do município. Em locais onde o número de usuários do transporte público é menor, micro-ônibus serão usados para transportar os passageiros.

Deixe seu comentário

Comments are closed.