A senadora Rose de Freitas (PMDB) participou de reunião da cúpula nacional do PMDB nesta terça-feira (14), em Brasília, e propôs – com apoio de seus correligionários – um novo encontro, desta vez com a presença do vice-presidente da República, o também peemedebista Michel Temer.

Segundo a senadora, a ideia da próxima reunião, ainda sem data, é pedir que Temer “faça valer” as duas posições que agora ocupa no governo Federal. Além do cargo de vice, o peemedebista foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff (PT), na semana passada, como novo articulador entre Executivo e Congresso.

Rose
“Nós precisamos refletir sobre este momento, tentar superar as dificuldades”, afirmou a Senadora.
temer2
Senador quer pedir que Temer “faça valer” as duas posições que agora ocupa no governo Federal.

O acontecimento é tratado como a última cartada da Presidente para reduzir as dificuldades que tem enfrentado nas negociações com o Legislativo. E o PMDB pretende mostrar seu valor neste momento delicado. “Ele (Temer) tem de fazer o papel de vice e articulador agora. Tem de fazer valer esses cargos e a relevância do PMDB no cenário nacional. Gostaríamos, então, que Temer elencasse suas bandeiras e nos apresentasse”, afirmou a senadora.

“Nossas conversas, é claro, têm de estar vinculadas com propostas para enfrentar a crise que o País passa. Nós precisamos refletir sobre este momento, tentar superar as dificuldades, colher propostas para encontrarmos uma saída”, completou Rose.

Na última semana, a senadora havia alertado que Dilma corria um risco ao colocar o vice-presidente como articulador do governo. Principalmente porque a “movimentação não teve a opinião do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB)”.