Um evento tradicional do interior de Guarapari irá acontecer amanhã (29). É a “Cura de Cobra”.

A Cura de Cobra é uma bebida a base de cachaça curtida em nove ervas diferentes. A comunidade e os mestres que a produzem acreditam que ela tem o poder de afugentar cobras venenosas.

De acordo com a tradição, essa bebida também combate o veneno, evitando que ele se espalhe com rapidez. O que daria tempo para a pessoa ser socorrida, com o soro antiofídico. Alguns acreditam também que ela tem o poder de “fechar o corpo” de quem a toma contra mau olhado e outra infelicidades.

483200_10201018709932961_726252434_n

A origem da tradição está ligada a miscigenação das culturas indígena, negra e europeia. Em Rio Calçado, tem quatro pessoas que fazem, os mestres, como são chamados os mantenedores de saberes da cachaça curtida. São eles: Maria Francisca de Oliveira Rosa, José Luiz Machado, Pedro Machado e Hermínio Maioli.

Os mestres acreditam que o melhor dia de se tomar é na sexta-feira da paixão. Isso devido ao fato de, após a quaresma (que antes era cumprida com rigor), a pessoa está com o corpo limpo, desintoxicado, porque ficou 40 dias sem comer carne, beber, fumar e praticar outros vícios que pratica durante o ano.

A casa dos mestres começa a encher às 6h da amanhã. Geralmente, por pessoas que já conhecem e participam da realização do evento. Bebe-se o líquido em jejum pela manhã, sempre acompanhado de duas tortas capixabas tradicionais – a de palmito doce e a de palmito amargo. Se você quiser conhecer um pouco mais da cultura maratimba, é só ir ao distrito de Rio Calçado, que fica 5 km depois de Buenos Aires e ir seguindo reto pelo asfalto.

Conheça melhor a “Cura de Cobra”

Com informações de José Amaral F. Filho