Como noticiado ontem pelo Portal 27, o Hospital São Pedro, em Muquiçaba, está com um vazamento de esgoto em sua calçada. Nossa equipe tentou contato com a administração da instituição e com a Cesan e não obteve respostas por mais de 24 horas.

Após a publicação da matéria, a Cesan enviou um e-mail se isentando da responsabilidade. “Hospital São Pedro não tem sua rede de esgoto ligada à Cesan, portanto, não cabe a Companhia fazer o reparo. A empresa coloca-se a disposição caso o Hospital queira se ligar na rede”, informou a assessoria.

Ainda de acordo com eles, pelo que foi relatado o “problema foi causado por entupimento da fossa e que a mesma deve ser limpa”. Buscamos contato com o hospital e administração informou que já fez a solicitação para se ligar a rede. O protocolo com o pedido (número 87760-1) foi feito no dia 22 de março.

A administração conta ainda que o esgoto que está vazando não é do hospital. “Chamamos o caminhão que limpa fossas há alguns dias, para que fosse resolvido o problema. Assim que chegou, o responsável disse que não poderia fazer o serviço, pois identificou como sendo da Cesan a caixa. Por isso, não poderia mexer”.

Ainda a respeito do esgoto também existem quatro protocolos diferentes com o pedido de conserto do vazamento na calçada. “O técnico da Cesan veio e disse que havia feito o reparo, mas obviamente isso não aconteceu, por isso, temos tantos protocolos. Eles dizem que acertam e não acertam nada. Precisamos ficar ligando sempre”.

A administração afirma que o vazamento atrapalha o hospital e se fosse de sua responsabilidade já teria resolvido o problema. “Isso é ruim para o hospital. Se dependesse de nós, já estaria tudo resolvido. Todo dia várias pessoas reclamam do esgoto, já tentamos tudo para acabar com essa situação desagradável, mas isso é responsabilidade da Cesan”.

Deixe seu comentário