unnamed (1) As informações eram poucas. O caso de um jovem que morreu após cair e bater a cabeça em uma mesa dentro de uma boate em Nova Guarapari toma um novo rumo, após a nossa equipe de reportagem começar a investigar o caso.

A nossa equipe foi até o DPJ de Guarapari em busca de novas informações sobre o fato. A espera do delegado de plantão, uma advogada, vítima de furto apareceu para registrar um boletim de ocorrência. Por curiosidade, o repórter questiona onde  aconteceu o furto. Ela afirmou que foi na mesma boate em que o jovem tinha morrido. Ao ser questionada pela reportagem, ela ainda afirmou que Pedro Gonçalves Jardim, de 26 anos, havia morrido por causa de  uso de drogas.

“Ele morreu de orvedose, ele estava do meu lado, todo mundo achou que ele tinha desmaiado, mas o uso da droga lá dentro da boate, estava visível e o consumo era muito grande”. Afirma a advogada, que não será identificada.

A vítima de furto será comunicada e prestará depoimento completo nos próximos dias à delegacia responsável pelo caso.

O delegado de plantão, Jefferson Wagner Gomes da Silva, conversou com a médica especializada do Instituto Médico Legal (IML), que analisou o corpo e pelo grande entendimento da área, ela informou que pelas análises feitas, a morte de Pedro não foi causada pela queda que o jovem teve. O Laudo completo sobre a morte do Bacharel em Direito, sairá em aproximadamente em 15 dias.

O delegado descartou uma possível briga dentro da boate.
O delegado descartou uma possível briga dentro da boate.

O delegado disse que ouviu várias testemunhas sobre o caso e tudo foi prescrevido. Ele vai encaminhar o caso nesta Segunda-Feira.

A nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Boate onde a morte aconteceu, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta nos foi dada. Posteriormente, tentamos contato com o dono da casa de shows, mas novamente, não tivemos sucesso.

 

O Caso

Um jovem de 26 anos, identificado como Pedro Gonçalves Jardim, morreu na madrugada de hoje, após bater a cabeça na quina de uma mesa da boate Lua Azul, em Guarapari.

37160580
A Boate não se pronunciou sobre o caso

O acidente aconteceu por volta das 03h30 da manhã. Segundo informações dos amigos de Pedro, Ele teria tropeçado, caiu, e bateu com a cabeça na mesa. O socorro foi acionado, mas houve muita demora no atendimento e o jovem ferido foi levado por amigos às pressas para a Unidade de Pronto Atendimento de Guarapari. Pedro já chegou morto no local.

A família de Pedro é de Cachoeiro de Itapemirim, sul do estado. O rapaz morava em Vitória e trabalhava em uma empresa de mármore e granito.

Ao questionarmos sobre a falta de ambulância no local, o delegado informou que foi até o Corpo de Bombeiros e lá eles afirmaram que só é exigida a presença de ambulâncias em eventos com mais de 10 mil pessoas.