A Câmara Municipal de Guarapari continua sendo observada pela Transparência Guarapari. A presidente da Ong, Raquel Gerde, nesta última semana, criticou o comportamento de alguns vereadores, que segundo ela, andam faltando muito às sessões, ou saindo sempre mais cedo.

De acordo com Raquel, nas últimas três sessões, um vereador faltou à sessão duas vezes. Além desse, outros dois vereadores sempre saem mais cedo. Isso acaba gerando muitas vezes a falta de quórum, ou seja, número mínimo para se continuar uma sessão. “Por enquanto, estamos somente observando a situação, mas se continuar vamos cobrar através de oficio e saber do presidente da casa o que ele fará para isso não acontecer mais, pois é um desrespeito ao cidadão”, afirmou.

Alguns vereadores estariam faltando muito as sessões.
Alguns vereadores estariam faltando muito as sessões.

Segundo Raquel – que ainda não quer identificar os vereadores – a Ong está de olho em toda a movimentação durante as sessões. “Não quero dar nomes ainda, mas vamos continuar observando. A população está cobrando, as pessoas estão reclamando e nós estamos de olho”, diz ela.

Desconto. De acordo com o regimento interno da Câmara, o presidente da casa, pode cobrar explicações dos vereadores faltosos. Caso eles não apresentem justificativas plausíveis para as faltas, podem sofrer descontos em seus salários.

Mas o regimento também estabelece que se o vereador assinar o livro de ponto e for embora, ele esteve “presente” na sessão e não pode sofrer nenhuma sanção do presidente ou de qualquer outro órgão.

Raquel quer mais presença de vereadores.
Raquel quer mais presença de vereadores.

Horário. A presidente da Transparência também criticou a mudança de horário da casa, que passou as sessões das 19 para as 15 horas. “Já pedimos explicações a casa sobre essa mudança de horário, que em nossa opinião não foi bem aceita pela população”, diz ela, querendo saber por que a transmissão da sessão (que é feira pela TV Guarapari) acontece à tarde, está sem reprise à noite. “Soube que seria transmitido à tarde com reprises a noite, mas isso não está acontecendo. Isso também precisa ser explicado”, diz.

De acordo com as informações apuradas até agora pelo Portal 27, a TV Guarapari ainda não teria um contrato fechado com a Câmara para este ano. O contrato estaria em fase de licitação. Por isso não estão havendo coberturas completas das sessões ou reprises a noite.

Deixe seu comentário