Em tempo de semana santa, onde fiéis do mundo todo estão em introspecção e oração, imagine você, que um dos objetos mais importantes dá fé, a bíblia,  tivesse uma nova roupagem.  Acho até que “nova” não seria o caso, afinal, o que pensar de um texto assim.

Livro da geração de Jesus, o cara. Da descendência de Davi e também de Abraão. Depois de Abraão, muito sexo foi feito e muitas crianças nasceram por conta disso. Essas crianças cresceram, tornaram-se adultos e também fizeram mais sexo ainda. Até que quarenta e uma gerações se passaram e nasceu um cara muito jóia chamado José.

Esse tal de José era especial por que quando a dona Maria (sua noiva) apareceu dizendo que tava grávida do Espírito Santo, ele obviamente sentiu que isso cheirava a chifre. Mas sendo um cara legal pra caramba, resolveu terminar o noivado discretamente. Mas naquela noite um anjo apareceu no meio de um sonho e de maneira bem convincente o persuadiu a aceitar a missão de ser pai do filho de Deus, que se chamaria Jesus. Eita homem santo esse tal de José!

O moleque que se chamaria Jesus, além de nascer de uma virgem (pra não desmentir a profecia), também viria pra salvar o povo das cagadas deles.

José, cabra macho e obediente, não transou com a dona Maria até que nascesse o menino que o ultrassom celestial havia prometido. Mateus 1 –

 

Print do site onde está sendo escrita a Bíblia.
Print do site onde está sendo escrita a Bíblia.

Pois é, este é o texto de uma releitura livre da bíblia, chamada de Bíblia “Freestyle”, ou ” estilo livre” . Uma versão escrita por um pastor evangélico de Uberlândia, chamado Ariovaldo. Em entrevista ao site G1, o pastor que há dez anos fundou a Igreja Manifesto Missões Urbanas de Uberlândia, voltada ao público de roqueiros, explicou como começou esta ideia.

Ele afirma que começou a escrever os textos por hobby, pois disse ter percebido que poderia falar de forma mais profunda sobre religião, unindo humor e cultura contemporânea. “Na verdade eu escrevi alguns textos para mim mesmo, tentando contar as histórias da vida da maneira que a gente conversa no dia a dia. Quando publiquei isso na internet comecei a divulgar em redes sociais. E várias pessoas passaram a me escrever dizendo que eu devia fazer a Bíblia toda”, conta.

Pastor Ariovaldo. Foto reprodução TV Integração
Pastor Ariovaldo. Foto reprodução TV Integração

Ainda segundo o pastor, ele escreve pelo menos um capítulo por dia e o objetivo é publicar a versão completa e impressa da Bíblia até o fim do ano que vem. No entanto, mesmo com toda a polêmica, ele não pretende desistir de evangelizar neste estilo “rock and roll” . “As críticas chamam muito a atenção, fazem muito barulho. Mas a quantidade de pessoas que têm escrito e dito que têm sido abençoadas por este trabalho compensa todo o esforço”, concluiu.

 

Quem quiser conferir um pouco mais dessa “bíblia” só entrar no site

http://www.bibliafreestyle.com.br/

Deixe seu comentário