Izabela Alves, Paulo Roberto Dantas Simões e Celso Alves são três atletas guaraparienses, especialistas em artes marciais. Os jovens se destacaram recentemente pela alta taxa de vitórias e cinturões obtidos nos torneios de lutas em que participaram, e sonham com o UFC.

Izabela Alves, Paulo Roberto Dantas Simões e Celso Alves se destacam pela quantidade de vitórias conquistadas. 

Aos 24 anos, Izabela já é tetracampeã destes torneios, e recentemente a atleta ganhou também o cinturão de MMA na categoria 70 kg amador. A jovem nunca perdeu uma luta, ela conta com 5 disputas e vitórias em todas.

“Pretendo chegar no profissional. Treino todos os dias da semana, várias horas por dia, tudo para seguir meu sonho e alcançar o UFC. Claro que fico muito feliz pelo que eu já conquistei, mas sigo sonhando alto para atingir meus objetivos”, contou Izabela.

Celso é o caçula da equipe, tem apenas 18 anos, e também já ganhou seu primeiro campeonato. O garoto obteve o cinturão de MMA amador na categoria 66 kg e, assim como a amiga, pretende disputar as ligas mais altas.

“Recentemente eu venci o meu primeiro campeonato, o JFC, e pretendo continuar treinando com garra todos os dias, aprimorando minhas táticas e consertando meus erros, desse jeito eu tenho certeza que vou chegar nas mais altas categorias e ganhar o UFC”, disse Celso.

Paulo, por outro lado, é o mais experiente dos três, com 28 anos e campeão de diversos torneios, o atleta só conta com uma derrota no histórico.

“Eu ganhei agora o campeonato de muay thai em Linhares, que inclusive foi uma vitória extremamente rápida, eu nocauteie meu oponente em menos de 2 minutos e fui consagrado como campeão. Consegui também um cinturão de MMA em um campeonato na Bahia, na categoria 81 kg e até hoje só perdi uma luta de todas as 7 que disputei”, relatou Paulo.

Que finaliza. “Treinamos juntos todos os dias, e questão de horário nós treinamos tanto na academia quanto fora daqui, 8 horas de treino por dia, trabalhamos o condicionamento físico, corrigimos nossos erros, tudo pra evitar falhas no campeonato, que podem custar uma vitória pra gente.”

A frente, o professor Cleiton.

Treino. O sucesso dos três pode ser explicado também pelo treinador que está por trás deles, Cleiton Baptista, professor de lutas marciais e ex-atleta de MMA, muito respeitado pelos jovens, que veem nele uma inspiração para cada dia tentarem ficar melhor do que o anterior.

“A gente tem que ficar mantendo o treino diário para abtuar o corpo a ter condicionamento e estar preparado para todo momento da luta, é pratica todo dia, não podemos relaxar e treinar pouco. A gente que pratica artes marciais, precisamos treinar de tudo, muay thai, jiu jitsu, box, MMA. Eu por exemplo, fui atleta desde os 18 anos, parei por falta de tempo, mas minha intenção é não deixar eles comentarem os erros que eu cometi”, conta Cleiton.

Que finaliza deixando uma mensagem para os jovens. “Acredito que todos vocês são muito melhores do que eu era e tem condições de chegarem longe nessa caminhada, meu sonho é um dia ver todos realizando os sonhos e disputando nas melhores ligas do mundo, no UFC. Guarapari sempre foi um local de criar bons atletas, agora então, com mais técnica, nós vamos tentar levar o nome da cidade para o mundo”.

Deixe seu comentário