Procura sossego durante o feriadão de Carnaval? O Espírito Santo tem vários roteiros alternativos para quem pretende passar os dias de folga longe da folia. A Secretaria de Estado de Turismo separou algumas opções de destinos em que o sossego e tranquilidade são permanentes. Veja a lista e escolha seu roteiro.

Aventura

Foto Weverson Rocio 027.9941.6141
Foto: Weverson Rocio

O viajante mais corajoso pode se aventurar nos esportes radicais em terras capixabas. A rampa de voo livre no distrito de Cachoeira Alta, em Alfredo Chaves é um dos melhores lugares para a prática do esporte no Brasil. A rampa, que se localiza a 85 km de Vitória, possui 450 metros de altitude e atrai turista o ano todo.

Como chegar: a rampa de voo livre está localizada em Cachoeira Alta. A entrada para o distrito se localiza a 3 km do Centro da cidade, na BR-101 – sentido Vitória. Pegue a estrada de chão à esquerda, e siga a sinalização que lhe guiará ao destino.

O Circuito de Caravaggio, em Santa Teresa é outra forma de curtir o Carnaval longe da folia. O Vale proporciona ao visitante um elo com a natureza, o que harmoniza uma das melhores vistas da região. O circuito conta com a Igreja Nossa Senhora do Caravaggio e o Grande Mirante, localizado a 900 metros de altura, ideal para a prática do voo livre.

Como chegar: O circuito se localiza às margens da Rodovia ES-261, ligação entre Santa Teresa e Itarana.

Foto: Thiago Guimarães/Secom-ES
Foto: Thiago Guimarães/Secom-ES

No Sul do Estado, encontra-se um dos grandes patrimônios naturais do Brasil: o Parque Nacional do Caparaó, que abriga o Pico da Bandeira, terceiro mais alto do país, com 2.890m de altitude. A portaria oficial do parque está situada no município de Dores do Rio Preto, que, além do trekking para o Pico da Bandeira, a localidade oferece a trilha da Pedra da Menina.

Além das trilhas, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeira e piscinas naturais, observar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol.

Agroturismo

Venda Nova do Imigrante

Conhecida como a capital nacional do agroturismo, Venda Nova do Imigrante oferece aos seus visitantes a opção de conhecer o cotidiano da vida rural. As propriedades, algumas abertas à visitação, produzem queijos, licores, cachaça, socol e café. Na cidade há também lojas de agroturismo que fornecem informações sobre o segmento.

Morro do Filleti, com 1.100m de altitude, rampa de decolagem de asa-delta e parapente; a Casa da Cultura, um museu com mais de 600 peças que contam a saga da colonização italiana iniciada na cidade em 1892 são algumas das atrações do local.

Domingos Martins

domingos martins 130711 - TADEU BIANCONI
Foto: Tadeu Bianconi

O município de colonização alemã é tradicionalmente um dos lugares mais desejados do Estado. Contando com excelente infraestrutura, propriedades com casas de chá e cafés coloniais, o visitante pode ter o contato com o campo e o acesso a produtos caseiros, e também participar de colheitas e presenciar o processamento dos produtos, revivendo a tradição dos imigrantes.

Os passeios do ecoturismo na região de Pedra Azul também são uma ótima opção para conhecer as belas paisagens e desfrutar do clima ameno das montanhas capixabas. Para os que procuram ainda mais belezas, a cavalgada em direção às piscinas naturais é uma pedida.

Serra

O município da Região Metropolitana da Grande Vitória tem aos pés do Mestre Álvaro suas principais propriedades de agroturismo. As paisagens bucólicas agregadas a empreendimentos aconchegantes são uma ótima opção de lazer principalmente para crianças. Além dos tradicionais produtos da culinária como café, pães e biscoitos, o visitante ainda pode se divertir com minifazendas e passeios a cavalo.

Viana

Foto: Waldson Menezes
Foto: Waldson Menezes

Mesmo fazendo parte da Região Metropolitana, Viana mantém ares do interior. O município recebeu imigrantes portugueses, italianos, alemães, negros, além dos indígenas que já habitavam a região. O agroturismo e o turismo rural têm destaque. E para quem quer atividade intensa, é possível praticar esportes radicais como trekking, voo livre, trilhas, motocross e curtir as belezas naturais que a cidade oferece.

Os sítios e fazendas de Viana são uma ótima opção de passeio, curtindo a natureza e os produtos artesanais, preparados nas propriedades. Na cidade, vale a pena também conhecer a Estação Ferroviária, construída em 1895, e que hoje abriga o Museu Ferroviário; e as igrejas de Nossa Senhora da Conceição e de Nossa Senhora de Belém.

Dores do Rio Preto

No Sul do Espírito Santo, a 243 quilômetros de Vitória, a dica fica por conta do município de Dores do Rio Preto, onde se localiza o acesso capixaba ao Parque Nacional do Caparaó.

Há ainda a opção de se conhecer o Distrito de Pedra Menina. A região ganhou esse nome devido à pedra que se encontra na entrada do Parque Nacional do Caparaó, uma serra de beleza impressionante e várias cachoeiras, envolvida por mitos e mistérios. Do alto da Pedra Menina avistam-se os picos da Bandeira e do Cristal.

As áreas para camping são estruturadas e com uma vista panorâmica de todo o vale do Rio Caparaó são excelentes para os visitantes. Isso, sem contar com as pousadas e hospedagem “Cama & Café” disponíveis na região, que primam pelo aconchego.

Parques Estaduais

– Parque Estadual de Itaúnas (PEI)

parque estadual de itaúnasLocalização: Conceição da Barra, Vila de Itaúnas. Região Norte.

Funcionamento: das 8h às 17h

Informações: (27) 3762-5196

As trilhas para as dunas e praias são de fácil acesso e autoguiáveis. Na Vila de Itaúnas é possível realizar passeios com o Grupo de Condutores Ambientais, o agendamento é pelo telefone (27) 99635-5583.

– Parque Estadual Paulo Cesar Vinha (PEPCV)

Foto: Lauro Narcisio
Foto: Lauro Narcisio

Localização: Guarapari, Região Metropolitana da Grande Vitória

Funcionamento: das 8h às 17h.

Telefone do parque: (27) 3242-3665

Para realizar a descida até a lagoa deve-se chegar até as 15h30. A trilha é de fácil acesso e autoguiável e não precisa de agendamento prévio. Já as trilhas monitoradas com o grupo de Condutores Ambientais para passeio de caiaque, devem ser agendadas previamente pelos telefones: (27) 99929-8479 e (27) 99837-2503.

– Parque Estadual da Pedra Azul (Pepaz)

Foto: Cacá Lima
Foto: Cacá Lima

Localização: Domingos Martins, Região Serrana

Horário: 8h às 17h. Passeios, 9h30 ou 13h30

Informações: (27) 3248-1156.

O Parque possui trilhas autoguiáveis, mas os passeios podem ser agendados com antecedência, assim como verificada a disponibilidade dos monitores ambientais por meio do telefone (27) 99739-8005.

– Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Localização: Alegre e Ibitirama, na Região Sul

Horário: 8h às 17h

Informações: (28) 9 9999-0639

A unidade conta com monitores ambientais credenciados para as trilhas para quem não quiser fazer o percurso por conta própria. Os interessados devem agendar previamente pelo telefone (28) 9 9942-5658.

– Parque Estadual do Forno Grande (PEFG)

Localização: Castelo, Região Sul

O parque só recebe visitantes mediante agendamento prévio pelo e-mail pefg.iema@gmail.com. Os passeios são realizados de acordo com a disponibilidade para atendimento e número de pessoas.

Foto: Lucas Pinheiro Gusson
Foto: Lucas Pinheiro Gusson

– Parque Estadual de Mata das Flores (PEMF)

Localização: Castelo, Região Sul.

Informações: (28) 3542-3257

O parque só recebe visitantes mediante agendamento prévio.