Na tarde de ontem (13) a prefeitura de Guarapari e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) assinaram um acordo para que o município possa, finalmente, ter a autonomia de multar veículos nas ruas da cidade. Com o acordo, os agentes municipais de trânsito podem começar a multar, já que os blocos de multa estão prontos há mais de um ano.

De acordo com o secretário municipal de fiscalização, Danilo Bastos, o trânsito de Guarapari já era municipalizado, mas faltava este ajuste para o município poder multar e receber as multas através do Detran.

Os agentes municipais de de trânsito já podem multar motoristas que desrespeitem as leis de trânsito. Foto: divulgação.
Os agentes municipais de trânsito já podem multar motoristas que desrespeitem as leis de trânsito. Foto: divulgação.

“Agora o município pode multar qualquer veículo que esteja em desacordo com a legislação de trânsito. Quando o motorista receber a multa vai receber em casa a notificação, assim como acontece quando a Polícia Militar multa um veículo”, disse Bastos.

Atualmente o município conta apenas com quatro agentes de trânsito. O número deve aumentar, já que no último concurso realizado pela prefeitura, estavam previstas 20 vagas para o cargo de fiscal de trânsito.

De acordo com o secretário de fiscalização, os agentes devem começar a atuar nas ruas de Guarapari na próxima semana. “Ainda existem alguns acertos que devem ser feitos no sistema e eles não começarão de imediato, mas a previsão é de que a próxima semana os agentes já estejam nas ruas multando”, concluiu Bastos.

Rotativo

Com o acordo firmado entre prefeitura e Detran, os motoristas que estiverem com notificações pendentes no rotativo devem ficar atentos. Se a regularização não for feita em tempo hábil (24 horas depois da notificação), o proprietário do veículo pagará multa de R$ 53,20, além de perder três pontos na carteira.

Para o presidente da Associação de Moradores do Centro (Amocentro), Themístocles Sant’Ana,  comentou sobre o assunto: “Infelizmente é o que está escrito. A associação brigou sozinha (veja aqui e aqui) e a população se calou. Agora é aguentar mais este fardo nas costas do cidadão”, desabafou.

Deixe seu comentário

Comments are closed.