Nesta quarta-feira (12) a técnica de enfermagem e estudante de pedagogia Alessandra Gaigher, de 41 anos, foi escolhida pelo prefeito Edson Magalhães para ser a nova secretária de saúde de Guarapari. Em entrevista exclusiva ao Portal 27 a nova secretária, que antes trabalhava na supervisão de atenção à saúde, explicou porque foi escolhida para assumir a pasta, quais são os seus objetivos na secretaria e também revelou qual foi a sua primeira medida após assumir o cargo.

Em entrevista exclusiva ao Portal 27 a nova secretária, explicou quais são os seus objetivos na secretaria . Foto arquivo Portal 27

Portal 27: Como foi o convite do prefeito para você assumir a pasta?

Alessandra: Sou funcionária efetiva há 19 anos dentro da saúde do município prestando assistência a população e a gestão, tem 6 anos que estou na gestão e por quase 14 anos eu fiquei na assistência. Em consideração a isso ele me chamou, pelo conhecimento já adquirido durante os anos à frente da Secretaria de Saúde em âmbito geral. Ele me convidou na certeza de que acertou o momento para que a gente possa fazer a diferença no município de Guarapari em relação a saúde.

O Portal e outros veículos noticiaram diversos problemas na saúde como falta de remédios e problemas no atendimento que geraram até mortes na UPA. Como você se prepara encarar esses desafios mais urgentes?

Alessandra: Na verdade a pasta é muito delicada porque quando se trata de saúde é uma coisa que não se espera. A gente tem que encarar com agilidade para prestar assistência aqueles que mais estão precisando e com sabedoria também. Porque tem a parte burocrática da situação, porque o serviço público exige muita prestação de contas e isso às vezes acaba impedindo um pouco da gente chegar até onde nós queríamos no tempo hábil. Mas a situação já está sendo resolvida e vai continuar, numa questão mais urgente e mais rápida possível, para que tudo se organize dentro do tempo hábil. Na verdade, o tempo hábil já era para ter acontecido, mas a situação chegou a esse ponto, mas nós estamos resolvendo, a UPA hoje já tem medicamento, tem material para trabalhar, foram tomadas outras medidas emergenciais para ver essa fragilidade do momento e nós estamos correndo com processos maiores para estar resolvendo a situação por um período maior.

“A gente tem que encarar com agilidade para prestar assistência aqueles que mais estão precisando”

Então suas primeiras ações foram para resolver com mais urgência os problemas da UPA?

Sim, a questão da UPA porque é nossa porta de entrada para a urgência e emergência dentro do município é a única que nós temos. Então nós focamos nisso e demos uma solução imediata para o problema e agora vamos tentar agilizar para que essa questão se normalize por pelo menos um ano.

Você acredita que após essas emergências que já estão sendo solucionadas, dentro de um ano tudo estará num andamento normal? 

Menos que isso, pois quando eu falo um ano, eu falo em relação que a gente faz uma programação anual para atender naquele período e depois vai renovado essa programação para cada ano. Porque a gente vai trabalhando conforme o recurso. A situação a gente já está resolvendo de uma forma emergencial paralelo ao que vai nos dar um amparo por mais 8 meses. Depois abriremos outros processos para atender a população anualmente para que não chegue a vir a chegar ao ponto que chegou.

Quando você fala que a situação chegou ao ponto que chegou é porque a situação estava realmente complicada?

A situação ficou um pouco complicada, por mais que nós tentamos suprir todas as necessidades, eu estou na gestão e acompanhei que tentamos suprir todas as necessidades. Mas algum omento a gente esbarra em algumas coisas que a gente não conseguiu. Então é a essa situação que eu me refiro.  Mas graças a Deus a situação foi normalizada no dia seguinte.



Isso é não  é uma crítica a ex-secretária?

Não, jamais. Ela trabalhou incansavelmente também para que as coisas se normalizassem.

Com relação aos funcionários, existiam algumas reclamações. O que os funcionários efetivos da saúde podem esperar de você que é uma pessoa de carreira dentro do município?

Ontem tive a oportunidade de responder a 400 mensagens de servidores me enviaram parabenizando. Independentemente de ser secretária de saúde eu sou servidora pública. Isso faz a diferença, quando a gente assume que somos servidores públicos e estamos aqui para fazer o bem para uma população que necessita, que anseia pela saúde, pelo bom atendimento, pelo atendimento humanizado e é também para o servidor com melhores condições de trabalho. Eu estou disposta com o apoio de todos os servidores para que possamos juntos trabalhar pela saúde do município.

“Mas a situação já está sendo resolvida e vai continuar, numa questão mais urgente e mais rápida possível,”

A partir de que momento você pretende implementar a sua visão de saúde e qual o objetivo da Alessandra na saúde?

Meu objetivo maior é procurar atender toda a população de uma forma humanizada, acolhedora, de forma que eles tenham direito a saúde porque esse é o nosso dever como gestores, proporcionar a saúde para o munícipe na necessidade dele e eu tenho essa meta porque o objetivo nosso é fazer o melhor. A Secretaria de Saúde trabalha com o coração e muitas vezes com a razão, mas a gente procura estar sempre vendo o próximo para atender da melhor forma. Porque quando a pessoa está doente e procura o serviço de saúde é porque algo ela está precisando. O objetivo é esse, dar esse serviço humanizado, acolhedor, encaminhar no que for preciso, atender esse munícipe e fazer com que ele tenha uma prevenção e qualidade de vida. E o que for emergencial que nós também possamos dar esse suporte de forma rápida e ágil, esse é o objetivo da gestão do Edson.

O que o prefeito pediu a você ao assumir a pasta?

Por ele me conhecer e confiar no meu serviço, ele confia que eu vou fazer a diferença dentro da saúde do município de forma bem positiva. Ele me cobrou que eu seja muito humana e acolhedora com os funcionários e com munícipes e que eu seja incansável em buscar para a população de Guarapari uma qualidade de vida em relação a saúde.

A gente sabe que o desafio da saúde não é fácil, mas é possível melhorar a saúde de Guarapari?

Sempre é possível quando você encara a saúde do município de forma prioritária, arregaça as mangas e trabalha de forma positiva, com honestidade, com equilíbrio, paciência e resolutividade.

Você quer deixar mais algum recado a população?

Como eu disse, recebi muitas mensagens após a publicação da matéria que informava que eu assumi a pasta então quero de forma geral agradecer a todas as pessoas que estão confiando no meu trabalho.

* Entrevista feita por Wilcler Carvalho com produção de Rafaela Patrício.

 

Institucional Karla
Institucional M Conveniências [banner top]
Banner Marcelo
Institucional MAllagutti
Institucional Basic Idiomas

Dia D Docutum
Institucional Flex Motors [banner final]


2 COMENTÁRIOS

  1. fala da nova Secretária de Saúde : Ele (Prefeito ) me cobrou que eu seje muito humana e acolhedora com os funcionários e munícipes . KKKKKKKK !
    Senhora 1º de abril já passou.

  2. Orgulho!!! Mais uma Técnica de Enfermagem a ocupar o cargo de Secretária Municipal de Saúde. Parabéns Alessandra, tenho certeza que saberá priorizar muito bem o ponto de partida para uma saúde de acolhimento humanizado, garantia do que é básico para o funcionamento em todas unidades de saúde e UPA e sem esquecer JAMAIS dos nossos colaboradores (servidores). Desejo muito sucesso em sua gestão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here