Uma estudante de Piúma, no litoral sul do Estado, foi selecionada entre mais de 23 mil jovens de todo o Brasil, para representar o Espírito Santo no Programa Jovens Embaixadores nos Estados Unidos.

Miriam Hannah da Silva Dantas, 17 anos, é aluna do segundo ano do Ensino Médio e do curso de pesca no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) no campus Piúma. Para ela, foi uma grande surpresa ter sido selecionada.

“Receber a notícia foi um sentimento de vitória e felicidade. Você sempre acha que você não vai conseguir porque é muita gente e é algo grandioso mesmo. É incrível”, declara Miriam que completa. “Sou de uma família bem humilde e vejo as perspectivas mudarem através dos estudos. Essas conquistas dão um gás a mais para continuar estudando”, disse a estudante. 

Miriam Hannah da Silva Dantas, 17 anos, é aluna do segundo ano do Ensino Médio e do curso de pesca no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

O programa é destinado aos estudantes com excelente desempenho escolar, que falam inglês, pertencentes à camada socioeconômica menos favorecida e que têm perfil de liderança. Serviço voluntário também é um dos pré-requisitos para participar.

Miriam é envolvida no clube de leitura na escola e monitora no curso de teatro no contra turno escolar. Nas provas, a estudante revela que o projeto busca mais informações sobre a pessoa do que conhecimentos matemáticos ou de humanas. 

“Eles querem saber como você é. Não são perguntas que envolvem matemática, eles querem saber como você pensa, e se você tem esse espírito de liderança e corre atrás de mudanças. São redações com temas aleatórios. Após a prova escrita, vem a oral. Há uma entrevista e prova em grupo”, explica a estudante.



Miriam tem o apoio da família para poder correr atrás dos seus sonhos.

Línguas. Fluente em inglês e estudante de japonês e inglês, Mirian revela que estuda quase oito horas por dia. “O curso ajudou muito para o inglês fluente, mas estudar sozinha fez muita diferença. Para o inglês, os filmes e músicas também foram essenciais. Já estudei italiano, e japonês foi meu primeiro idioma. Tive contato com os franceses em uma viagem que fiz à França na metade do ano e também quero ser fluente em francês”, conta ela.

Futuro. Para o futuro, a estudante que foi selecionada entre mais de 23 mil alunos da rede pública, revela que ainda tem dúvidas sobre a profissão a seguir, mas não pensa em parada. 

“Por muito tempo quis ser diplomata, mas hoje tenho olhares diferentes e penso até em fazer gastronomia, mas não desistindo de fazer relações internacionais”, conta ela. Nos estudos, Miriam diz que sempre gostou, mas os conhecimentos gerais a despertam maior interesse. 

“Sempre fui mais para o lado de humanas, e sou apaixonada por exatas. Meus pais sempre me incentivaram dizendo que os estudos são a base da educação. Eu sou muito curiosa. Não gosto de estudar a matéria da escola porque tem prova amanhã. Gosto de estudar para aprender. Na maioria das vezes eu não estou estudando as matérias da escola. Gosto de aprender coisas novas, conhecer de tudo um pouco”, conclui ela.

Institucional Basic Idiomas
Banner Marcelo
Institucional MAllagutti
Institucional M Conveniências [banner top]
Institucional Karla

Institucional Flex Motors [banner final]
Dia D Docutum


2 COMENTÁRIOS

  1. Sucesso menina,tive alunos como você.Estude bem o inglês sim e minha opinião é que o mandarim é melhor que o japonês! segunda língua mais falada,estudei por um ano e só não fui para Taiwan por falta de grana mesmo.Com um governo deste de ladrões e golpista,o Brasil não andará.Faça seu futuro e de preferência fora do Brasil,isto daqui não tem jeito não. Sucesso e o conhecimento é coisa que ninguém te tira,vá em frente sempre. Abçs.

  2. Parabéns Mirian, me senti muito orgulhosa em saber que existem jovens esforçados como você. Vá em frente e tenha muito sucesso. Deus te abençoe por onde for.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here