Nesta quinta-feira (31) Othelo Medeiros Santos Netto, mais conhecido como ‘Santos’, de 62 anos, foi preso em uma financeira localizada na rua Henrique Coutinho, no Centro, enquanto tentava fazer um empréstimo usando documento falso.

Além do RG falso usado por Santos para tentar conseguir o empréstimo, a polícia ainda encontrou mais RG’s falsos em sua casa. Foto: Whatsapp.

A proprietária da financeira, que preferiu não ser identificada, relatou que a fraude foi descoberta no momento em que uma funcionária consultou o sistema antifraude da empresa.

“Ele veio na loja pela manhã sondando as atendentes e à tarde ele voltou para tentar fazer um empréstimo de R$ 10 mil. Só que em todas as nossas lojas temos o sistema antifraude porque prestamos serviços para vários bancos. Quando consultamos o nosso sistema vimos o telefone do cliente verdadeiro e esse cliente é de São Paulo. Nós ligamos e o cliente verdadeiro atendeu então constamos a fraude e chamamos a polícia”.

Segundo a polícia, o idoso confessou que o documento era falso e disse que em sua casa, localizada na região do Bico do Urubu no Lameirão, havia outros documentos. No local foram encontrados três documentos falsos, uma ficha de apresentação no Fórum da Comarca de Guarapari, uma folha de cheque no valor de R$ 55,00 e outros documentos como conta de luz e extrato de aposentadoria em nomes diversos.

Santos foi autuado por uso de documento falso. Ele já foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade e aguarda julgamento.

Em junho o Portal 27 mostrou que Santos estava doente e passando necessidades. Na ocasião, ele contou que já havia sido preso por uso de documentos falsos, mas disse ser inocente.

Reincidente. Essa não é a primeira vez que Santos é preso por tentar fazer empréstimo usando documentos falsos.

Em junho o Portal27 fez uma matéria relatando que ele estava há dois meses com uma grande ferida na perna causada pelo diabetes e que como não podia trabalhar nem conseguia se aposentar, estava passando dificuldades.

Na ocasião, ele relatou que ficou preso durante 4 anos e havia sido solto em 28 de dezembro e garantiu que era inocente. “Tive problema na justiça e fiquei preso quatro anos, mas graças a Deus ninguém provou nada”.

Nota da Redação. Solidária com o fato de não conseguir um emprego por ter ficado anos preso e por ter perdido contato com a família, a equipe do Portal27 publicou a matéria em busca de ajuda-lo. O idoso recebeu ajuda da prefeitura, de igrejas e muitas pessoas que foram até a casa dele para entregar as doações. O Portal27 lamenta que o idoso tenha voltado a cometer o mesmo crime. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.