A Polícia Civil de Guarapari começa a ouvir nesta quarta feira (30), as testemunhas do caso do racha que matou a universitária Ana Carolina Carriço em Guarapari.

De acordo com a delegada Carolina Vale Brandão, titular da Delegacia de Infrações Penais (Dipo) do município, os depoimentos serão realizados a partir das 15h00. A delegada já confirmou que estão identificados os ocupantes do segundo carro – um palio – que seriam quatro, sendo três homens e uma mulher.

DSC05083

Existem informações que a polícia vai investigar a possibilidade do carro de Felipe ter sido “tocado”, pelo Palio e por isso perdeu o controle, vindo a colidir diretamente com o poste matando a sua namorada Ana Carolina Carriço. Felipe continua internado (UTI) do Hospital Metropolitano, na Serra. Ele estaria em estado grave, mas estável.

“Foi apenas uma brincadeira”

A reportagem do Portal27 foi procurada por amigos das pessoas que estavam no outro carro, que disseram que “tudo não passou de uma brincadeira”.

karol
Casal teria participado de uma brincadeira. Foto reprodução.

A brincadeira se for comprovada pode render Felipe Braga Vargas, de acordo com a polícia, uma pena de seis meses a dois anos de prisão. Já o motorista do Palio, pode ser indiciado por homicídio doloso – quando há intenção de matar. O dolo se dá, neste caso, quando o motorista assume o risco da ocorrência de um acidente.

Deixe seu comentário