A ponte tem pouco mais de dez metros de extensão, mas é fundamental para o funcionamento do bairro Jabaraí. Sem ela, a vida dos moradores seria muito mais complicada, já que a ponte liga as duas partes do bairro que são separadas por um valão que começa no bairro Aeroporto e deságua no rio Perocão.

Na última semana o Portal 27 foi convidado por Luciana Gonçalves, presidente da associação de moradores de Jabaraí, para ir ao bairro e ver de perto a situação da ponte. O que vimos foi falta de manutenção, risco a pedestres, ciclistas e motociclistas que cruzam a ponte diariamente.

A ponte apresenta risco pra pedestres, ciclistas e motociclistas. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A ponte apresenta risco pra pedestres, ciclistas e motociclistas. Foto: João Thomazelli/Portal 27

De acordo com Luciana, no ano passado a prefeitura até tentou fazer uma licitação para construir uma nova ponte, mas nenhuma empresa se interessou em participar e a situação da ponte não mudou.

A ponte de Jabaraí foi construída sobre duas manilhas, para dar vazão ao valão e cumpre esta função, mas os buracos, principalmente nas laterais, por onde passam os pedestres e ciclistas tem sinais de uma tentativa de reparo com asfalto, mas sem uma base, o remendo afundou e os buracos continuam lá.

Os buracos já foram tapados em outras ocasiões, mas voltam a aparecer tempos depois. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Os buracos já foram tapados em outras ocasiões, mas voltam a aparecer tempos depois. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“Os moradores até tentam jogar terra e entulho para tapar, mas acaba descendo tudo e o buraco continua. O perigo é que alguém se machuque aqui. São muitas pessoas que usam a ponte todo dia. Se você está passando de bicicleta e vem um carro, fica mais perigoso ainda, porque a ponte é estreita e não dá para passar pelos cantos por causa dos buracos”, comenta o ajudante de pedreiro Edmar Gomes da Conceição.

Procuramos a prefeitura para saber o que pode ser feito para resolver a situação da ponte de Jabaraí. Perguntamos também como o dinheiro que seria usado na construção da nova ponte foi aplicado, já que não apareceram empresas interessadas em participar da licitação.

Mas em resposta a prefeitura disse apenas o seguinte:

“A Secretaria de Obras esteve no local na manhã desta sexta-feira (21) verificando o caso e efetuando levantamento. Na próxima semana a Secretaria de Obras do município adotará medidas corretivas na estrutura”.