Portal 27 Comunidades recebeu reclamações de moradores do bairro Ipiranga a respeito da falta de médico no posto de saúde Roberto Calmon que atende especialmente os residentes do bairro.

Segundo a moradora que é marisqueira e preferiu não se identificar, o médico responsável por atender os pacientes do bairro, não aparece mais. O motivo, de acordo com a paciente, é que o médico precisou cuidar das demandas do bairro de Jabaraí depois que a médica cubana que era responsável retornou para seu país de origem.

“A secretaria de saúde tirou o médico de um bairro e remanejou para outro, causando uma falha e bagunça no quadro de agendamento das consultas para nós. Ao invés da secretária chamar outro médico para substituir, o órgão chamou o médico que atendia o bairro Ipiranga, deixando os pacientes sem consulta”, reclama a marisqueira. 

E completa. “Toda quarta é dia das pessoas do bairro Ipiranga serem atendidas e quando nós chegamos lá no posto para a consulta, os atendentes avisam que o médico está de folga ou foi atender os pacientes de outros bairros. E já tem umas duas semanas que vamos à toa no posto. Para as pessoas que tem carro até vale ir em vão, mas e as que vão a pé?”.

Os moradores relatam também que tem dias que o médico atende apenas crianças e gestantes, e toda quarta-feira é dia de consultas do bairro Ipiranga, mas ele tem tirado folga enquanto as consultas agendadas vão se acumulando e não decidiram um novo dia ou um dia certo para as consultas de fato acontecerem.

“Sabemos que a culpa não é do médico e sim da secretaria de saúde, já que tem dias que ele precisa atender as pessoas acamadas e outro para tentar realizar as demandas direcionadas a ele. Estão lotando ele de serviço. Mas esqueceram dos pacientes do nosso bairro. Só queremos saber quando teremos um médico para voltar as rotinas de consulta. Porque tem uma quarta-feira que é somente agendamento para as pessoas do bairro”, questiona a moradora.

O Portal 27 entrou em contato com a prefeitura para saber qual providência seria tomada perante a queixa dos moradores e foi informado que a Secretaria Municipal de Saúde informa que a denuncia de que o médico da Unidade Roberto Calmon está atendo também a unidade do bairro Jabaraí é infundada, uma vez, que tal unidade de saúde do bairro possui médico.

Desta forma, o médico tem atendido normalmente na unidade Roberto Calmon e os dias em que ele está fora da unidade, é porque, o mesmo atende aos adolescentes em um programa de saúde na escola que se chama” Projeto se liga no Futuro” realizado pela Setac, Semsa e Semed para reverter junto a comunidade, o alto número de gravidez entre as meninas entre 10 e 17 anos. Só no ano de 2016 foram 595 gestantes, dentro dessa margem de idade, só no município de Guarapari.  

O médico em questão participa deste projeto dando palestras e realizando uma conversa de aproximação com os jovens participantes.

 

Deixe seu comentário

Comments are closed.