Nos últimos meses a presença de moradores de rua nas vias de Guarapari aumentou. Em diversos pontos da cidade é possível encontrar grupos de moradores de ruas espalhados por praças e calçadas.

No Centro de Guarapari eles se localizam na calçada da igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e em frente ao Supermercado Santo Antônio.

No Centro de Guarapari eles se localizam na calçada da igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e em frente ao Supermercado Santo Antônio. Em Muquiçaba um grande grupo de pessoas em situação de rua fica na Praça do Coliseu e na Praia do Morro estão espalhados por diversos pontos.

Segundo a presidente da Associação de Moradores da Praia do Morro, Fátima Fonseca, esse a aumento do número de moradores de rua preocupa moradores e turistas. “Eu recebo a reclamação de muita gente aqui da Praia do Morro e dos próprios turistas. Não é agressão, mas é incomodo de abordagem. Eles se sentem à vontade demais no espaço e afirmam que ninguém tira eles do lugar porque também são cidadãos e tem direito de ir e vir. Então vão para qualquer lugar. O espaço é deles e vão ficar aqui. Essa é a fala deles”.

Morador de rua dormindo na Praça do Coliseu, em Muquiçaba.

Para tentar solucionar o problema a nova gestão da Prefeitura de Guarapari, que assumiu a cidade em apenas quatro dias, realizou ação de abordagem às pessoas em situação de rua na madrugada desta quarta-feira, dia 04 de janeiro. A ação foi realizada pela Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania (SETAC), por meio de sua equipe da Casa Dia,  e na ocasião, 12 pessoas foram abordadas. Deste total 3 foram encaminhadas para sua região de origem, Belo Horizonte.

A secretaria também está elaborando calendário que contemplará uma ação na madrugada por semana. Ainda de acordo com a SETAC, além das abordagens na madrugada, todos os dias uma equipe  da Casa Dia circula pela cidade identificando essas pessoas em situação de rua e orientando a se dirigirem à Casa Dia. Lá é oferecido higienização, refeição e triagem para possível encaminhamento à sua região de origem ou a reinserção no mercado de trabalho

A Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania pede para quem quiser colaborar com doações, entrar em contato buscando uma forma regular e evitar a permanência das pessoas em situação de rua. Denúncias podem ser feitas à Casa Diaravés do telefone 3262-1220.

Comments are closed.