Um comentário do vereador Germano Borges (PSB) em seu programa matinal na Rádio SIM AM sobre um ouvinte causou revolta no diretório municipal do PT em Guarapari.

O vereador, como faz todos os dias, colocou uma enquete no ar no último dia 04 perguntando se o Supremo Tribunal de Justiça deveria divulgar o nome dos políticos investigados pela Operação Lava Jato.

Germano

Em um determinado momento, o ouvinte César Nonato Junior, que faz parte do diretório do PT em Guarapari, ligou para o programa e disse: “Colocar os vereadores também. Não é só deputado e senador, não. A turma toda de ladrão. Vocês todos”.

E então o vereador Germano respondeu: “Você que está ligando deve tá participando da Lava Jato. Tá defendendo, né? Um abraço pra você. Pode se preparar que eles vão te buscar aí. Tem um pessoal que é ligado ao partido aqui que é terrível. E o pior é que a gente sabe quem é”.

A declaração ao vivo irritou vários membros do PT municipal e de seus aliados.

“Nós vamos pedir uma retratação por parte do vereador Germano Borges. Se ele chama alguém de bandido, ele tem que provar isso”, declarou César Nonato, que quando falou com o vereador ao vivo, não se identificou.

O também vereador e presidente do diretório do PT municipal Manoel Ferreira Couto, disse que ficou decepcionado com a declaração de Germano Borges.

“Eu fico decepcionado em ouvir isso do vereador, porque ele tem um irmão que é secretário em Cachoeiro de Itapemirim, onde o prefeito é do PT, e um filho que foi candidato nas últimas eleições em Minas Gerais pelo PT. Quer dizer: ele está falando que a família dele é de bandido também”, explicou Manoel.

Manoel disse ainda que vai solicitou à radio o áudio completo da declaração do vereador e vai pedir retratação e, em último caso, fará uma denúncia por falta de decoro à Câmara Municipal de Vereadores.

A reportagem conversou com o vereador Germano Borges por telefone. Ele disse que não quer dar nenhuma declaração sobre o episódio. Germano disse apenas que não citou o nome de ninguém no comentário feito por ele.

 

Deixe seu comentário