Depois de muita confusão, quebra-quebra, denúncias e reclamações, a prefeitura de Guarapari e as Polícias Militar e Civil resolveram intervir na situação de insegurança que, desde o começo do verão, põe em risco usuários de táxis da cidade.

A invasão de taxistas de outras cidades principalmente nos fins de semana em Guarapari, tem causado conflitos que já irromperam em agressões físicas, veículos depredados e até tiros. No último fim de semana o clima era de guerra entre taxistas de Guarapari contra os motoristas de outras cidades.táxi

Para tentar coibir estes conflitos, o Gabinete de Gestão Integrada – que é composto por diversas instituições, como polícias, bombeiros e ministério público, além de secretariado municipal e prefeito – decidiu realizar uma operação a partir da próxima sexta-feira.

“Nós vamos realizar uma operação em conjunto. Fiscalização, Polícia Militar e Polícia Civil, onde todos os taxistas de fora da cidade que forem identificados realizando serviço de transporte de passageiros, assim como as vans, terão seus carros retidos e os condutores serão levados para o Departamento de Polícia Judiciária”, declarou Danilo Bastos, secretário de desenvolvimento, que atua também como secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada.

Bastos explicou ainda que as câmeras de vídeo-monitoramento serão usadas para identificar quando um taxista de fora está apenas deixando um passageiro em um local específico, ou se está tentando conseguir corridas. Além disso, policiais com roupas civis e fiscais sem uniforme também vão agir, se passando por passageiros.

Valtair teve o para-brisa do táxi quebrado durante uma discussão entre um funcionário e um taxista de outra cidade. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Valtair Loyola teve o para-brisa do táxi quebrado durante uma discussão entre um funcionário e um taxista de outra cidade. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“O veículo ficará retido até a regularização da situação, que é a apresentação de documentos e pagamentos de multas. Lembrando que a prefeitura estará fechada no fim de semana e o veículo só poderá ser retirado na segunda-feira. Esta conduta é tipificada pelo Código de Transito Brasileiro e é uma contravenção penal, cabendo até detenção”, explicou Bastos. A ação será realizada principalmente nas saídas de boates, onde há uma maior procura de táxis pelos usuários.

Tabela de preços

Para tentar coibir a cobrança abusiva nas tarifas de táxis dentro do município, amanhã (13) a prefeitura vai publicar uma portaria com tarifas especiais. “Vai ser uma tabela referencial que os taxistas devem obrigatoriamente utilizar. Os usuários também vão poder usar esta tabela como referência para evitar abusos na cobrança das tarifas. Os preços desta tabela foram calculados com base em trajetos feitos com um táxi que já tem taxímetro instalado”, disse Danilo.

Corujão

Outra mudança anunciada pelo Gabinete de Gestão Integrada é que os ônibus da cidade deverão circular durante a madrugada (o chamado corujão ou bacurau) nos bairros onde ocorrem shows e festas, principalmente nos finais de semana. Os horários dos ônibus vão variar de acordo com a programação registrada previamente pela prefeitura.

Deixe seu comentário