A Secretaria de Turismo (Setur) realizou, na manhã da última quarta-feira (08), a primeira reunião com secretários e gestores municipais de Turismo de 2023. A reunião com secretários municipais acontece ocasionalmente e essa foi a primeira do ano.

Parcerias. O evento aconteceu em parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes).

Patrimônio Mundial. O secretário de Estado de Turismo, Weverson Meireles, abriu os trabalhos dando boas-vindas, ressaltando a importância da presença de todos e apresentando a equipe da Setur. Em seguida, o convidado, Rodrigo Borges Santana, secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico da cidade de Goiás, no Estado homônimo, apresentou o case de sucesso, em que transformou o munícipio, sem investimentos no turismo, em Patrimônio Mundial da UNESCO e uma das cidades mais procuradas por turistas daquele Estado.

Rodrigo Borges Santana, secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico da cidade de Goiás, no Estado homônimo, apresentou o case de sucesso, em que transformou o munícipio, sem investimentos no turismo, em Patrimônio Mundial da UNESCO

Caso de sucesso. Rodrigo é graduado em Geografia e especialista em planejamento urbano e ambiental e em sua palestra, ressaltou a importância de olhar para o que há para desenvolver no turismo de um município. “Muitas pessoas sugeriam que a solução estava em fatores externos, quando o segredo está todo dentro. Precisamos fortalecer a governança, restaurar o que está depredado pelo tempo, melhorar o que temos, apoiar nossos artistas, investir no local”, explicou o secretário municipal.

Cresceu 34%. Depois do primeiro ano de pandemia, o setor de turismo no Estado de Goiás cresceu 34%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Estado foi o quarto em avanço nesse período e a cidade de Goiás foi um dos destinos mais procurados. O secretário contou durante a palestra algumas ações para que esse resultado fosse positivo, entre elas, criar lei que dispõe sobre a política municipal, valorizar produtores locais, criação, junto com o Sebrae, Secretaria e Conselho Estadual, o Conselho Municipal de Turismo, entre outras ações.

Conselho. Outra ação foi ampliar o conselho, convidando a Universidade, museus, agentes de turismo, agentes culturais, comércio e sociedade civil. Além disso, todos os processos de mudança eram feitos ouvindo a comunidade. “Se queríamos reformar o parque, íamos ao parque entrevistar moradores, visitantes e turistas e fazíamos as mudanças de acordo com o resultado da pesquisa”.

Cultura. Artistas locais foram incluídos em todas as atividades culturais da cidade. “O segredo da cidade de Goiás é a característica natural. Temos uma diversidade cultural rica e moradores locais que produzem nela. Não precisamos importar nada. As pessoas que viajam querem conhecer a essência do lugar, as pessoas, os grupos culturais, e foi isto que passamos a apresentar ao turista” pontuou Santana.

Secretário explicou como transformaram o munícipio, sem investimentos no turismo, em Patrimônio Mundial da UNESCO e uma das cidades mais procuradas por turistas daquele Estado.

Setur. Em seguida, o secretário de Estado de Turismo, Weverson Meireles, apresentou as ações da Secretaria que estão por vir. “Queremos continuar com as políticas públicas atuais, que estão funcionando e buscar cada vez mais inovação para o setor. Esta é uma das diretrizes do governador Renato Casagrande em sua nova gestão”, frisou.

Qualificação para o Turismo. Durante a apresentação, gerentes da Setur falaram sobre o lançamento de edital de apoio a projetos regionais para instâncias de governança. Também foram apresentadas informações do Programa de Qualificação para o Turismo, que em 2021 e 2022 atendeu 47 municípios das 10 regiões turísticas e este ano prevê a oferta de 1,5 mil vagas de em cursos nas áreas de turismo. “Nós vamos manter a qualificação que já temos e ampliar a parceria com o Senac. Também vamos entrar no Projeto Qualificar ES, em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado”, destacou Meireles.

Capixabear. Também foi anunciado no encontro o Edital de Eventos de 2023. “A Setur vai aportar R$ 1 milhão em eventos este ano e o lançamento será em abril”, informou o secretário. Foi exibido o vídeo da campanha “Capixabear”, lançada no final de dezembro do ano passado, e que foi veiculada até final de janeiro. A campanha retorna para a televisão esta semana e será exibida até o fim do Carnaval. Além disso, a Setur participará de oito feiras de turismo pelo Brasil e vai estruturar 60 novas jornadas de Turismo de Experiência.

Caminhos do Turismo. A equipe da Setur também apresentou o Projeto Caminhos do Turismo, com a manutenção de três estradas em andamento, totalizando mais de 28 quilômetros de pavimentação. Por fim, foi apresentada a Rota Estratégica do Turismo e Lazer, projeto da Setur, em parceria com Sebrae, que visa a elaborar plano estratégico de médio e longo prazos para o desenvolvimento do setor. Em fase de estudos preliminares, a próxima etapa será a de Inteligência Coletiva, um momento de participação de especialistas, empresários, acadêmicos e gestores públicos.

“Queremos que os conselhos municipais sejam reorganizados para maior participação dos municípios em nosso planejamento estratégico. Turismo é coletivo, é uma construção na qual precisamos envolver todos. Procure o município do seu lado, vamos buscar parcerias e qualificar aqueles que desejam desenvolver o turismo em sua região”, reforçou o secretário aos gestores presentes.

Cidade Empreendedora.  O analista do Sebrae, Eduardo Simões, apresentou o Projeto Cidade Empreendedora, que tem como objetivo a transformação local pela implantação de políticas de desenvolvimento em eixos estratégicos. O projeto já atendeu 1,8 mil cidades no Brasil e um dos eixos visa a engajar gestores públicos, estimular e desenvolver o potencial turístico dos municípios por meio da estruturação da governança e da região. O projeto já está em 76 dos 78 municípios capixabas. O turismólogo do Sebrae, Leandro Tononi, contribuiu apresentando os principais eixos do programa Cidade Empreendedora.

Também estiveram presentes membros dos conselhos de turismo e os prefeitos Luciano Pimenta, de Afonso Cláudio, e Nemrod Emerick, de Alegre. Ao final das palestras, gestores municipais fizeram questionamentos e contaram sobre casos de sucesso em seus municípios.