No início da tarde desta quarta-feira, a Polícia Militar conseguiu deter dois assaltantes que estavam usando uma moto, fruto de um roubo, para cometer novos assaltos. A polícia já investigava o paradeiro da moto Honda Biz, de placa OVH-7794, de cor rosa, que havia sido roubada há cerca de um mês, em Muquiçaba. No entanto, o veículo foi pintado de preto, na intenção de confundir as autoridades.

De acordo com informações da polícia, os PMs avistaram dois rapazes em atitude suspeita, abastecendo a moto em um posto de combustíveis, no Centro. Quando foram checar a placa no sistema, eles perderam os suspeitos de vista. Mas confirmaram que aquela era a moto roubada.

O momento em que os bandidos foram detidos pelos policiais militares.

Os policiais contam que algum tempo depois, indivíduos com as mesmas características assaltaram um casal em Santa Mônica. Foi então que os policiais se comunicaram pelo rádio, e acompanharam o trajeto dos assaltantes até conseguirem prender os rapazes, na Av. Pedro Ramos, na decida da ponte, no Centro.

A esquerda da foto, de blusa vermelha, Gabriel de Souza Becolli. Ao lado, de blusa preta, Marlony Nascimento Silva.

Marlony Nascimento da Silva, de 24 anos e Gabriel de Souza Becolli, de 19 anos, foram pegos com a moto roubada, e também com os objetos do segundo assalto. Eles foram encaminhados à 5ª Delegacia Regional de Guarapari

Assalto em Santa Mônica

Os rapazes usaram este simulacro de arma de fogo para roubar duas alianças, um anel, e dois celulares

Simulacro. Os rapazes, abordaram um casal que passava de carro pela Rua Espírito Santo, em Santa Mônica, e levaram suas alianças, um anel e dois celulares. A dupla possuía um simulacro de arma de fogo, que foi usado para ameaçar as vítimas. A mulher assaltada, que preferiu não se identificar, conta que temeu por sua vida.

“Eles apontaram a arma para a cabeça do meu marido pedindo as joias. Ficamos muito nervosos, não sabíamos que ela era de brinquedo. E a aliança do meu marido estava muito apertada e não saia do dedo dele, fiquei com muito medo que ele atirasse por conta da demora. Eles mandaram entregar também os celulares para que não pudéssemos ligar para a polícia”, diz.

As vítimas logo se dirigiram para a 3ª Companhia do 10º Batalhão, que fica bem próxima ao local do crime, e comunicaram o ocorrido aos policiais, que então começaram a perseguição. A mulher elogia o trabalho dos PMs. “Eles foram muito ágeis. Só tenho a agradecer toda a eficiência. No mesmo momento eles passaram a informação para os outros policiais e rapidamente nossos pertences foram recuperados”, ressalta.

Roubo da Honda Biz

A moto roubada é uma Honda Biz, de placa OVH-7794, que tinha a cor rosa, antes de ser pintada de preto.

Marlony Nascimento, assumiu ter roubado a moto e tê-la pintado para disfarçar suas características. “Há mais ou menos 4 semanas, abordei uma moça em Muquiçaba, com um simulacro e roubei a moto. Eu mesmo pintei ela de preto para disfarçar, já que a polícia ia procurar uma Biz rosa”, conta o assaltante. Marlony já tem uma passagem na polícia por 157, assalto à mão armada. A polícia, nesse momento, tenta localizar a proprietária da Honda Biz.

Comments are closed.