A tarde de ontem (30) foi de susto para os passageiros que estavam em um ônibus da linha de Guarapari x Marataízes da viação planeta. Tudo porque quatro criminosos deram sinal e entraram gritando e anunciando o assalto na Rodovia do Sol, na entrada do bairro Porto Grande em Guarapari.

O que os criminosos não contavam é que entre os passageiros haveria um policial militar dentro do ônibus. “Quando parei, notei que tinha um homem do outro lado da pista e fez sinal para que eu esperasse. Pensei que era um passageiro e esperei. Assim que ele chegou na porta do ônibus, outros três que estavam escondidos no mato apareceram e eles entraram no carro”, contou o motorista, 45 anos.

Assalto foi no ônibus da linha de Guarapari x Marataízes da viação planeta.

Ele explica que um deles agarrou o motorista pelo pescoço enquanto outro anunciou o assalto. O PM estava sentado no fundo do ônibus e não percebeu o assalto, mas o motorista acabou deixando o veículo morrer, fazendo com que o policial parasse para observar a ação.

“Quando o motorista deixou o carro morrer, olhei, pois achei que tinha dado problema no motor. Vi os caras agarrados com o motorista e fui andando bem abaixado em direção a eles com minha arma em punho. Quando estava no meio do corredor, eles me viram e correram. Dei voz de prisão, mas eles tentaram fugir”, contou o policial.

Ao fugir, um dos bandidos atirou em direção ao policial e ele revidou. Os criminosos pularam de um barranco que dá acesso à praia. Três deles foram detidos e um sumiu no mar.

Foram presos os irmãos gêmeos Miguel e Gabriel dos Santos, 19 anos, e Felipe Silva Simões, 25. Felipe foi atingido por dois disparos, um na cabeça e outro na canela e foi levado para o Hospital Antônio Bezerra de Farias, em Vila Velha. Gabriel machucou a perna na hora da queda e o Miguel não ficou ferido. A Polícia encontrou com ele duas armas falsas (simulacros).

Deixe seu comentário