Uma dançarina de Guarapari conseguiu um feito inédito no estado. Isabella Gonçalves, 16 anos, ganhou uma bolsa para participar de um dos maiores festivais de sapateado do mundo, que acontece no próximo mês em Washington, capital dos Estados Unidos.

Isabella foi selecionada entre outros 300 dançarinos de todo o país. Foto: Acervo particular
Isabella foi selecionada entre outros 300 dançarinos de todo o país. Foto: Acervo particular

A conquista veio no fim do mês de janeiro no Tap in Rio – evento anual realizado no Rio de Janeiro e que reúne os melhores sapateadores do Brasil. Isabella competiu com outros 300 dançarinos e foi uma dos cinco selecionados para participar do festival nos EUA.

Isabella é aluna da Academia Korpus desde os sete anos de idade. Além de Sapateado, ela ainda se dedica ao Balé e ao Jazz. Em julho ela já havia conseguido feito parecido através do Balé. Ela foi convidada para participar de um festival em Miami, também nos EUA, mas optou por não ir e dar prioridade ao Sapateado.

O próximo passo é conseguir um patrocinador para a viagem aos EUA. Foto: Acervo pessoal
O rpóximo passo é conseguir um patrocinador para a viagem aos EUA. Foto: Acervo pessoal

Com apenas 16 anos a dançarina se destaca na cena nacional de dança, apesar da falta de referência no Espírito Santo. A Academia Korpus é a única no Espírito Santo que oferece aulas de sapateado.

“A conquista da Isabella é ainda maior porque ela faz aula de sapateado apenas uma vez por semana, enquanto os outros dançarinos que foram ao Tap in Rio, por exemplo, fazem todos os dias. Os professores que vêm uma vez por ano dar uma aula especial, tem turmas em outros estados”, explicou Viviani Lima, professora de Isabela e diretora da Korpus.

Isabella contou que não esperava um resultado tão bom no Tap in Rio e muito menos uma bolsa para o festival nos EUA. “Eu não esperava um resultado tão bom, justamente por não ter muita referência dos outros dançarinos do país. Fico muito feliz de saber do meu potencial”, declara, com certa modéstia, a sapateadora.

Confira um pouco do que essa artista de Guarapari é capaz:

Festival em Março

A próxima batalha para Isabella será conseguir patrocínio para viajar para os Estados Unidos e participar do Festival DC Tap, em Washington, capital dos Estados Unidos.

“O problema é que como a Isabella é menor de idade e tem um problema cardíaco, ela não pode viajar sozinha. Então sempre que ela vai para algum lugar do Brasil para participar de festivais eu tenho que acompanhá-la”, explica a mãe de Isabella, Fabiana Gonçalves.

Por conta da alta do dólar, a viajem fica muito cara para a família. Além das passagens aéreas, Isabella vai ter que pagar hospedagem, transporte e alimentação, além de roupas de inverno.

Quem tiver interesse em ser um patrocinador desta artista de Guarapari e quiser expor sua marca em eventos nacionais e internacionais pode entrar em contato com Academia Korpus e falar com Viviani Lima. O telefone é o 27-3262-1547.

 

 

Deixe seu comentário