Depois de um fim de semana prolongado sem ocorrências policiais de destaque em Guarapari, o domingo de páscoa foi manchado de sangue no bairro Adalberto Simão Nader. Um jovem de de 22 anos foi executado a tiros no meio da principal avenida do bairro.

Albert Raylan morreu na hora. Reprodução
Albert Raylan morreu na hora. Reprodução

Albert Raylan estava sentado na Avenida Central do bairro, quando três homens foram vistos correndo em direção à vítima, que estava de costas para eles. Ao ver a movimentação, Albert se levantou, mas não teve tempo de esboçar outra reação, e foi baleado várias vezes na cabeça e morreu no local.

a vítima foi surpreendida por três homens que atiraram diretamente na cabeça dele. Foto: João Thomazelli/Portal 27
a vítima foi surpreendida por três homens que atiraram diretamente na cabeça dele. Foto: João Thomazelli/Portal 27

De acordo com informações apuradas no local do crime, Raylan teria sofrido ameaças de outro morador do bairro e chegou a fazer um boletim de ocorrência sobre o caso.

Ele era um velho conhecido da polícia, tendo passagens por roubo e tráfico. Há aproximadamente duas semanas ele foi levado à delegacia depois de desacatar policiais militares que tentaram fazer uma abordagem de rotina nele.

Policiais militares e civis foram ao local. Horas depois do homicídio, um suspeito foi preso próximo do local, conversando com a mãe da vítima. A Polícia Militar foi alertada e prendeu o suspeito. Ele nega que tenha participação no crime, mas a polícia vai encaminhá-lo para o DML para fazer um exame que pode detectar resíduos de pólvora nas mãos.

*Atualizado às 23h17