A Espírito Santo e a cidade de Guarapari são destaques no maior evento de turismo da américa latina. A47ª ABAV Expo Internacional de Turismo e 52º Encontro Comercial Braztoa apresenta sua edição de 2019, consolidada como uma das maiores e mais importantes feiras de negócios e turismo do Brasil.

Um dos destaques desta importante feira que aconteceu do dia 25 e vai até hoje (27) e que reuniu diversas pessoas do setor turístico de Guarapari e do Estado, é a foto de uma panela de barro, com uma moqueca sendo preparada, do artista multimídia Marcelo Moryan, que é de Guarapari e teve sua foto divulgada em um enorme painel do governo federal sobre gastronomia.

Um dos destaques desta importante feira que aconteceu do dia 25 e vai até hoje (27) é a foto de uma panela de barro, com uma moqueca sendo preparada, do artista multimídia Marcelo Moryan

O artista ficou grato pela divulgação. “Estou muito Feliz em divulgar o meu Estado de coração. É um feito enorme, é a maior feira da América Latina. É uma grande conquista para mim e para nosso Estado e nossa cidade” Diz o artista que é mineiro de nascimento.

Ministério do Turismo. Ele explica ainda que “Esta foto foi feita no Gaeta e faz parte de um lote de 85 fotos que vendi para o Ministério do Turismo. É a única foto escolhida da moqueca capixaba, entre centenas de opções. E este ano eles resolveram imprimir num painel enorme. Ela é a foto mais conhecida da moqueca capixaba”, explica.

Artista multimídia Marcelo Moryan é um dos maiores divulgadores do turismo de Guarapari em todo o país.

O artista e fotógrafo que é um dos maiores divulgadores do Estado e de Guarapari se feliz pelo reconhecimento. “Ver a Moqueca Capixaba, ícone da nossa terra impressa num painel gigante na ABAV 2019 é um prêmio para a minha alma que respira as belezas de Guarapari e do Espírito Santo. Gratidão!”, finalizou.

Orgulho. Presente a feira, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Espírito Santo (ABIH-ES), Gustavo Guimarães, que também é empresário em Guarapari se disse orgulhoso. “Esse é o maior o evento de turismo da América Latina e ver uma foto da nossa moqueca, um lindo stand com uma foto de um artista da sua terra, isso não tem preço. Fico muito orgulhoso de ver isso”, afirma.

Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Espírito Santo (ABIH-ES), Gustavo Guimarães.

Destaques. Também participou da feira o presidente do Sindicato da Industria da Construção Civil de Guarapari, Fernando Otávio que é empresário do Setor Turístico e também fez questão de tirar uma foto ao lado do lindo painel da Moqueca. Segundo ele “A Feira é importante oportunidade de contatos de destaques. Estiveram no Stand do ES o Ministro do Turismo e toda sua equipe, Agências importantes como a CVC entre outros”, disse.

Ainda de acordo com ele “a foto é destaque pela qualidade do profissional e da imagem e pelo própria moqueca capixaba, que tem mais reconhecimento nacional que o próprio ES e Guarapari. Um presente para a divulgação no ES da Gastronomia fonte importante e essencial para incrementar e promover o crescimento do Turismo no ES. Trabalhos de profissionais como do Marcelo Moryan são mais reconhecidos fora de Guarapari, ele contribui para elevar a qualidade do Turismo em nossa Cidade”, destaca o empresário.

Também participou da feira o presidente do Sindicato da Industria da Construção Civil de Guarapari, Fernando Otávio

Sem material. Mas o empresário também mostrou sua preocupação.”Mesmo com divulgação que aconteceria a ABAV, espaço gratuito do Governo do ES e apoio do SEBRAE, teve poucos empresários participando no Evento e nenhum material oficial da Prefeitura de Guarapari. A minha empresa, Duas Praias Hotel Pousada, foi por conta própria, sem utilizar o SEBRAE-ES, produziu material sobre Guarapari que foi o mais destacado.Acreditamos na divulgação do destino e é fundamental imagens, vídeos, áudios e o contato humano”, explica.

Para Fernando “Guarapari sempre é procurada e isto cria oportunidade de contato com Agencias de viagens, público da feira, que é quem irá vender o destino durante o ano inteiro. Os agentes precisam conhecer a cidade , ver com quem vão se relacionar e se não forem impactados não conseguirão impactar os clientes, os nossos prováveis turistas”

Deixe seu comentário