Uma iniciativa inédita no Espírito Santo irá ocorrer em Itapemirim. Além do monitoramento do Rio Itapemirim, a Secretaria de Meio Ambiente também vai atuar em todo o litoral. Essa atividade vai proporcionar a formação de um banco de dados com todos os parâmetros para o controle da qualidade das águas itapemirinenses.

Dia 5 de maio, próxima terça-feira, às 8h, será realizada a primeira saída para a coleta de dados, que faz parte do Programa de Monitoramento do Litoral de Itapemirim. Além disso, mensalmente, ocorrerão fiscalizações preventivas e ações de educação ambiental com pescadores e turistas, tanto em terra quanto em mar.

Litoral de Itapemirim
O Programa de Monitoramento do Litoral de Itapemirim começará nesta terça-feira (5)

A embarcação, que vai dar suporte ao programa, é a única no Estado equipada com laboratório e equipamentos que permitirão que as análises sejam feitas “in loco”. O secretário de Meio Ambiente, Tiago Leal, explica a importância de ter uma embarcação desse porte: “Se não fosse dessa maneira teríamos a perda da qualidade do material, porque de acordo com o tempo e o modo de armazenamento perderíamos as propriedades e os dados não seriam tão exatos.”

Essas informações, que serão públicas, vão servir para o município e para o Estado. O Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), faculdades,  universidades e qualquer outro órgão que precisar de informações mais completas sobre as águas do litoral de Itapemirim, podem solicitar à Secretaria Municipal de Meio Ambiente.