Ribero e Padua
JB Padrão
Banner TOP

O Portal 27 recebeu fotos, vídeos e um relato da leitora Sarah Lemgruber que neste final de semana presenciou um resgate feito pelo corpo de bombeiros e salva vidas em Guarapari. Confira o relato e o vídeo abaixo.

Por Sarah Lemgruber

“Hoje presenciei uma cena única, uma turista desavisada resolveu tirar selfies nas pedras do clube do Siribeira, e por infelicidade e o mar forte foi jogada ao mar, seu marido na intenção de ajudar pulou para tentar resgata-la, pronto a catástrofe se formou, o que poderia ter sido mais um caso de afogamento se tornou um ato heroico não só de 2 empresários como dos bombeiros que sem pensar se lançaram ao mar para resgata-los, com poucos equipamentos contaram com a ajuda de uma morador local o paulista que ajudou no resgate com um jet sky e um empresário que levou um macarrão para que a incauta turista não se afoga-se.

Até ai tudo bem mais um dia de trabalho desses heróis não reconhecidos, mas o que houve depois que foi o pior, enquanto a turista foi levada ao hospital particular o bombeiro acabou Indo para na nossa UPA de Guarapari pois o mesmo se machucou enquanto a resgatava e ficou com o pé cheio de ouriços, um empresário daqui levou ele até lá e acompanhou até o final, e ai vem o descaso após mais de 30 min sem atendimento lhe foi questionado o porquê ninguém poderia lhe atender pois o mesmo necessitava retornar ao trabalho, e lhe foi dito que estavam em horário de intervalo, havia mais de 4 atendentes dentro da sala de enfermagem conversando e ninguém para tende-lo.

Revoltado e com razão sai de lá passamos em uma farmácia, o empresário adquiriu o necessário e os colegas do mesmo tiraram todos os espinhos, e ai fica a pergunta se um Salva-Vidas que se machucou fazendo o resgate não foi atendido com no mínimo respeito o resta para a nossa população.”

Ideally
Camara Municipal de Guarapari – Participe

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

24 COMENTÁRIOS

  1. A questão não é prefeitura. Sou mineiro e nem sei quem é prefeito em Guarapari. A questão são seres humanos que estão trabalhando sem ter preparo, vocação e responsabilidade. É muito fácil o funcionário cobrar do poder público, mas não ter caráter de desempenhar o seu papel. Essas pessoas que estavam atoa na hora do serviço devem ser mandadas embora. Tem muita gente boa querendo trabalhar!!

  2. O único problema é justificar o erro do funcionário que não recebe por causa do erro da prefeitura que não paga por causa do erro do estado que não repassa, etc.. Mesmo o atendente não recebendo o mínimo necessário para trabalhar ele está lá. Ele tem a obrigação moral e humanitária de atender bem. Se fosse o filho dele, pararia de comer para atender, mas como é o filho de outro….. Quem está errado? a prefeitura que não dá o mínimo necessário ou o atendente que é ruim mesmo?

  3. No pa só tem clinico geral: sabe o que siguinifica? O médico que só sabe passar dipirona e paracetamol, nao desmerecendo todos, por que ja fui muito bem atendido e medicado, mais tem uns ai que só sabe fazer isso dipirona e paracetamol parece ate robô programado. A essa prefeitura é muito cachorra tambem deixa falta remedios os funcionários sem uniforme reajuste sarial não faz ja tem tempo, conheço um amigo que trabalha no setor da saude quase morreu com problema nos rins ficou batendo de ospital em ospital em vitoria para fazer cirúrgia e a prefeitura nem ai pra ele passol 7 dias no são lucas depois mais uma semana no dorio por fim foi fazer a cirurgia no evangélico disputando ficha na fila, o cara trabalha na saude e não tem plano de saúde esse brasil é uma vergonha. Em quanto ele estava no hospital no corredor sem maca ele conta que chega um vagabundo preso na algema e passa na frente de todo mundo só por que tinha uma bala alojada no pé em quanto ele estava com 2 pedras no rin.

  4. A prefeitura não fornece pés de pato para os salva vidas? Conheço muito bem essa região e pé de pato é EPI (equipamento de proteção individual) mínimo dos guarda vidas. Com eles, ouriço não afetariam seus pés, como nunca afetaram os meus.
    Isso não desmerece o brilhante trabalho feito pelos mesmos, muito menos justifica o descaso da saúde pública.
    Apenas questiono mais um descaso da prefeitura.

  5. UPA Guarapari, medicos desqualificados e negligente, meu sobrinho foi parar nesse Matadouro 4 vezes com sintoma de hipertensão, ninguem verificou a pressão dele, o medico receitou dipirona na quarta vez ainda reclamou da presença dele… Deu dipirona outra vez para dor de cabeça e em casa ele teve um AVC isquemico, graças a Deus ele recuperou os movimentos e se tivesse sodo hemorragico??? As recepcionista como comprovado agora, parecem garotas ogadas no local sem a minima. noção de atendimento e amor ao próximo, nem sabem oque fazem ali… Os médicos sem a minima etica na lida como próximos, comose estivessem fazendo um favor… Quantas pessoas já morreram. Por vausa desse atendimento precario e irresponsavel??? Quando o poder Publico vai acordar e tomar uma atitude??? É UPA fantasia??? Laboratorio de mortes, todos ali ganham e está na hora de exigir um atendimento para todos em Guarapari.

  6. Sempre foi assim, prefeitura preocupada com política e agradar os mais ricos, a população que se dane. Prefeito incompetente.

  7. A saude em guarapari está precisando de extensão, a segurança precisa de extensão, a educação idem e nosso prefeito megalomaniaco quer estender a avenida Paris… Enquanto isso na Bat Caverna, nossos vereadores se acabam com festinhas particulares agariando dindin para seus familiares.

  8. Absurdo isso! Morando em Guarapari e percebo o descaso com a saúde do povo como um todo. É fácil falar que GUARAPARI CIDADE SAÚDE! Uma VERGONHA para o prefeito, essa cidade não tem um HOSPITAL decente que atenda pelo SUS. Defendo o turista que vem e além de ser explorado, se houver necessidade tem que ser mandado a Bilha Velha ou Vitória para ter atendimento que as UPAS não tem. De saúde…Guarapari só tem o mar. O restante fica no descaso das autoridades políticas.

  9. Foram os guarda vidas que socorreram com ajuda dos empresários com o jet, não foram os bombeiros. Muito injusto fazer uma reportagem sem dar os créditos devidos. Os guarda vidas recebem pouco, se arriscam sem equipamentos, deviam ganhar os devidos créditos.

  10. Lamentável!! Enquanto o salva vidas tenta ser atendido após machucar-se no cumprimento do dever e se predispõe a voltar rapidamente para evitar novos incidentes, é impedido por negligência e falta de respeito ao ser humano, ao profissional á serviço da vida, tal como eles deveriam ser!!!

  11. Estive domingo de manhã na Praia dos Namorados e o guarda-vidas se aproximava e orientava quem estivesse desatento às pedras com lodo, sendo que ouvi o que ele disse, porque estava próximo, e fiquei muito impressionado com a educação e até humildade dele durante a orientação. Ao ler essa reportagem eu fico triste ao ver como é retorno dado a quem arisca sua vida em prol do semelhante, que é o caso desse rapaz e demais guarda-vidas de Guarapari. Espero que a Câmara dos Vereadores e o Ministério Público, bem como a Prefeitura, intervenham a fim de possibilitar melhores condições de trabalho a estes heróis guarda-vidas. Como consta na reportagem é um absurdo que terceiros tenham que dar aporte aos guarda-vidas aportando macarrão e jet sky. Se são necessários macarrão e jet sky que estejam disponíveis aos guarda-vidas como instrumentos habituais de trabalho. Há de se pensar em prover facilidades como rádio comunicador para os guarda-vidas, barco, desfibrilador, etc. Uma área de atendimento médico específica na UPA, ou outro local de atendimento emergencial, para receber as vítimas e os próprios guarda-vidas. Bom, quanto aos turistas/veranistas a gente já sabe, é o de sempre, não vai ser o primeiro nem o último afogamento causado não por lodo e ondas mas por imprudência e ignorância daqueles. Mas mesmo assim todo ser humano merece ser tratado com dignidade e respeito, mesmo vindo fazer mer** na praia. Espero que este triste evento sirva para reflexão e mudança, erros e crises servem de aprendizado (espero que sim). Obrigado.

  12. A SAÚDE E A CARA DO PREFEITO E DA TURMA VEREADORES >>>>UMA B…..

    ATENDIMENTO DOS FUNCIONÁRIO DA PMG TA PÉSSIMO E DE TODOS SETORES …

    TEM QUE DAR UMA GERAL COLOCAR GENTE QUE TRABALHAR .

    FUNCIONÁRIO QUEM PAGA O SALARIO DE VCS SOMOS NOS CONTRIBUINTES >>>>

  13. Sem falar nas condições de trabalho dos salva-vidas que é lamentável. Presencio diariamente os valorosos prorissionais em seus “postos” de salvamento improvisados fugindo das intempéries. Vergonha!! É o mínimo que posso dizer ao ver as condições desumanas a que são submetidos . Espero que com a promessa de uma nova revitalização da Praia do Morro e da construção do calçadão da praia da Cerca prometida pela Prefeitura, o projeto contemple postos de salvamento que atendam com o mínimo de dignidade os referidos profissionais, não somente nas praias citadas, mas em todas as praias de Guarapari, pois o problema é o mesmo

  14. Os postos de saude, vão ter que fazer três turnos agora, ate 22:00 hrs. Imaginem o corpo mole de algumas unidades. Quem procura uma unidade de saúde, precisa do atendimento, não vai lá passear e nem ver a cara do atendente. Tem que denunciar,esses descasos de funcionários. BO no minimo.

  15. Com relação a turistas desavisados, tem bandeira vermelha, alertando o risco nessa época, porem algumas pessoas se arriscam, sem noção do perigo. Presenciamos isso todos os dias, pessoas se arriscando nas pedras pra tirarem uma ultima foto.

  16. Nós, do portal 27, buscamos uma resposta da secretária de saúde, más … essa parte eu inventei, não tem na matéria, que pena.

  17. Quando uma viatura chega com um VAGABUNDO num PA, é o primeiro a ser atendido. Alguém precisa rever essas prioridades.

  18. Sempre bato na mesma tecla, e isto prova a minha tese que primeiro tem que fazer as áreas de saúde já existentes funcionar direito e com qualidade pra depois construir um hospital regional que por sinal o próprio governador disse que o custo mensal de um hospital deste porte seria de 20 milhões e este valor torna inviável ter este hospital funcionando

  19. Fato igual já aconteceu comigo em Belo Horizonte, onde médicos em Hospital deixaram de atender filha minha enquanto assistiam televisão em outro local.
    Simplesmente fiz um escarcéu no local e ameaçei chamar a policia e fazer um “B.O.”, ao que prontamente acorreram.
    Vocês aí de Guarapari deveriam ter feito o mesmo, e além de chamar a Polícia, chamar ainda a imprensa, etc., etc.
    Depois reclamam dos salários….
    Laiz Travizani Junior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here