Os moradores de rua estavam dormindo em um abrigo improvisado, quando foram surpreendidos pelo fogo. Robson Correa Nascimento teve 80% do corpo queimado e Reneildo, 39 anos, teve queimaduras em 100% do corpo. A terceira vítima, Ivana Pereira Coelho, 26 anos teve o braço queimado. Segundo testemunhas um quarto morador de rua teria conseguido escapar. De acordo com os vizinhos que chamaram o socorro, o Samu levou quase uma hora para chegar.

Na tarde desta quinta-feira (04), um homem apontado pelas vítimas como suspeito do crime foi detido e estava prestando esclarecimentos. O delegado de plantão, Guilherme Sodré, não divulgou o nome, pois o caso ainda está sob investigação. Na madrugada de hoje, outro suspeito que teria se desentendido com uma das vítimas, chegou a ser detido, mas foi liberado por falta de provas. A polícia apreendeu um bastão de malabares com fogo, próximo ao local do incêndio, que pode ajudar a identificar o suspeito.

Local onde eles estavam. Foto: Rosimara Marinho.
Local onde eles estavam. Foto: Rosimara Marinho.

O crime aconteceu por volta das 2h da madrugada desta quinta-feira (04), na rua Rio de Janeiro, na Praia da Cerca em Guarapari.

De acordo com a ocorrência da Polícia Militar, os quatro moradores de rua estavam dormindo em um stand de vendas abandonado, quando acordaram com as roupas que os cobriam pegando fogo.

A dona de casa, Angela Correa Klim, 47 anos, que mora na rua onde tudo aconteceu, contou que acordou com os gritos dos moradores de rua pedindo socorro. Segundo ela, seus familiares chamaram o Samu e a polícia, mas o socorro demorou a chegar.

“Da hora que nós ligamos até a chegada do Samu, foi quase uma hora de espera”, disse Angela.

A assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), informou que o estado de saúde de Reneildo e Robson é estável.

O que diz o Samu

Em nota, a coordenação do Samu 192 informou que o chamado foi feito às 2h17 e às 2h19 uma unidade já estava no local, informou ainda que uma segunda unidade foi enviada às 2h50.

Texto: Rosimara Marinho.

Deixe seu comentário