No último dia 11 venceu o prazo de 90 dias da suspensão da cobrança do estacionamento rotativo nos bairros Muquiçaba e Praia do Morro, que foi estabelecido pela prefeitura de Guarapari pelo decreto (nº23/2017) no dia 11 de janeiro.

Segundo o decreto, o serviço foi suspenso porque a Secretaria de Fiscalização apontou e constatou irregularidades praticadas pela empresa Vista Group Network (VGN), responsável por gerir o sistema, como excesso de vagas demarcadas.

A suspensão da cobrança do rotativo nos bairro Muquiçaba e Praia do Morro venceu no último dia 11.

O supervisor administrativo da VGN, Sérgio Melo, afirmou que devido a falta de um novo posicionamento, a cobrança pode ser realizada. “Nós já podemos fazer a cobrança. A autorização está em cima do nosso contrato. Eles deram um decreto de suspensão de 90 dias e depois do decreto eles não deram mais nada. Então já está autorizado a fazer a cobrança só não estamos fazendo ainda porque a empresa está passando por uma avaliação técnica e reestruturação administrativa”, ressaltou.

Sérgio também afirmou que a empresa não recebeu nenhum relatório da prefeitura sobre o que foi apurado durante esse período de suspensão do serviço.

“Até agora a prefeitura não enviou o relatório que falou que iria enviar. A gente está aguardando o relatório porque se foi suspenso para eles avaliarem alguma coisa então tem que ter o relatório. Logicamente se termina a suspensão no dia 11, no dia 12 eles tem que entregar o relatório. Mas até agora a gente não recebeu nada. Na realidade só houve danos para a empresa porque no ápice da arrecadação que é o verão a gente teve nossa arrecadação suspensa na Praia do Morro”.

O Portal 27 procurou a prefeitura para saber se a cobrança realmente estava autorizada, se os problemas que geraram a suspensão foram resolvidos, mas não obteve nenhuma resposta até o fim da apuração dessa reportagem.

Comments are closed.