Preocupada com o destino da filha que toma medicamentos controlados, a professora e corretora de plano de saúde Miriam Espoti, 34 anos, pede ajuda para encontrar Lorena Portela, de 16 anos, estudante da Escola Estadual Angélica Paixão. 

Mãe pede ajuda para encontrar a filha de 16 anos. Foto: Arquivo de Família.

A adolescente saiu de casa na manhã de hoje, por volta das 10 horas e foi vista pela última vez por volta das 18 horas no balneário de Meaípe, onde a família morava anteriormente. A mãe já registrou boletim de ocorrência comunicando o desaparecimento de Lorena.

A professora explica que a filha faz tratamento psiquiátrico e está desesperada pelo fato de não saber onde ela possa estar. “Já liguei para os coleguinhas dela. Onde eu achava que ela pudesse estar, não está. Ela entrou de férias hoje e estou preocupada por não saber onde ela vai dormir e que está sem os remédios”, desabafa a mãe. 

Se alguém tiver alguma informação sobre a adolescente, pode entrar em contato com o disque denúncia 181, não é preciso se identificar. 

Atualizado às 23 horas

A mãe de Lorena disse que após a publicação da reportagem no Portal27, as pessoas que estavam com a adolescente entraram em contato com a família. Lorena já está em casa aos cuidados da mãe.