A Expresso Lorenzutti, que administra o transporte coletivo em Guarapari, anunciou através de nota, que devido à crise financeira potencializada pela pandemia de Coronavírus, irá realizar demissões no seu quadro de funcionários.

Já foram realizadas 30 demissões, e de acordo com a empresa, outras estão sendo pensadas, por conta da queda na demanda de passageiros que chegou a 80% no município. Confira a nota completa da empresa.

NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E À SOCIEDADE

A Expresso Lorenzutti vem, através da presente, esclarecer à seus colaboradores e usuários, bem como a todos os munícipes de Guarapari/ES que:

Nos últimos anos de execução do serviço de transporte público de passageiros a empresa vem sendo submetida a grave crise financeira, diante da histórica defasagem tarifária que lhe é imposta.

Tal condição agravou-se com a queda na demanda pelo serviço em decorrência das medidas restritivas de circulação impostas para combate à pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Inobstante a empresa tenha iniciado tratativas junto aos órgãos públicos competentes para solucionar a questão, não obteve êxito.

Diante desse cenário, objetivando evitar o colapso do sistema e a interrupção do serviço de transporte público essencial para a maioria dos munícipes, é com grande pesar que comunicamos aos nossos colaboradores que daremos início a processo de redução no quadro de pessoal.

Contamos com a compreensão de todos e esperamos juntos superar essa crise.

Deixe seu comentário