A morte do pequeno Adriano Martins dos Santos, de 7 anos, na noite desta terça-feira (14) revoltou moradores do bairro Adalberto Simão Nader e na tarde desta quarta-feira (15) eles fizeram uma manifestação pelas ruas da cidade contra a violência no bairro e clamando por paz e justiça.

O pai foi amparado pelos familiares durante a caminhada pela paz.

Familiares de Adriano também estiveram presentes e caminhavam usando uma camisa branca com a foto do menino. O pai de Adriano, José Marcos, também estava com a camisa e seguia amparado pelos amigos. Ele relatou que o filho além de muito querido por todos, sonhava em ser professor.  “Estou muito chateado e revoltado. Meu filho era uma criança e estava estudando, era bom aluno e queria ser professor. Todo mundo conhecia meu filho, ele era excelente aluno”, disse ele ao portal 27

Adriano em destaque

Segundo o primo de Adriano, Carlos Alberto Hadad dos Santos, a família chegou em pensar em realizar uma manifestação com o corpo na frente do Batalhão da Polícia Militar. “A gente pensou em levar o corpo lá sim, mas teríamos que colocar uma tenda e isso também iria gerar ainda mais sofrimento para a família, então desistimos”, explicou.

O corpo do garoto está sendo velado na casa da Tia Flor, uma liderança comunitária no bairro Adalberto. A família ainda não divulgou o local onde ele será sepultado.

Deixe seu comentário