Banner TOP
Black Live
JB Padrão

Um morador, que prefere não ser identificado, reclama de um píer com porta trancada e arame farpado impedindo o livre o acesso de pessoas, no Canal de Guarapari, que fica no Centro, e foi inaugurado recententemente. 

Para o denunciante, as pessoas não têm o direito de privatizar um local público. “Já pensou se todo mundo que tem barco pega um pouquinho de espaço? As pessoas loteando espaços públicos é demais. Quando eu vi construindo achei que seria uma coisa boa, para melhorar o acesso ali, mas quando eu vi uma porta com arame, para que somente o dono do barco pudesse usar eu não acreditei”, conta.

Veja o vídeo:

O comerciante fala que a construção desse píer privado não é recente. “Esse píer particular já vem sendo construído há uns 4 meses, não é uma obra muito nova, nem que surgiu de repente, mas a porta foi colocada esses dias”, fala.

O Portal 27, procurou a dono da embarcação, que disse que depois da reestruturação da obra do canal, ficou sem vaga para atracar o barco e essa foi solução encontrada por ele para estacionar seu barco. “Depois da obra do canal, falaram que eu ia ter uma vaga ali, mas acabei fiquei sem, tive que fazer esse pier para poder trabalhar. A porta foi construída para que não depredassem o barco o durante a noite”, afirmou.

O Portal 27 buscou a prefeitura, que através de nota, disse que “A Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura – Semag, tomou conhecimento através da denúncia. Esclarece que não existe píer público no local.

Será realizada ação de fiscalização na área em questão e posteriormente adoção dos demais procedimentos fiscais que forem competentes ao caso”, afirmou a prefeitura.

Banner Marcelo
Institucional Basic Idiomas
Institucional MAllagutti

Padrão

4 COMENTÁRIOS

  1. Fui de São Paulo conhecer Guarapari e me surpreendi com a falta de estrutura das praias. Uma apenas tem o mínimo de cuidado e ainda assim não há zelo, reparei que as demais estão sendo “tomadas”. Não apenas em volta por cercas paredes e condomínios mas nos caminhos e acessos que estão no mapa porém ao chegar nos locais você encontra um muro em meio a estrada.

  2. Do jeito que a coisa anda por guarapari , praias abandonadas sem manutenção de equipamentos de lazer e a menininha dos olhos da cidade ” praia do Morro ” sem manutenção no calçadão e pista de caminhada sem marcação de metros e sem aparelhos esportivo.
    Sem eventos culturais etc..
    Não me surpreenderei se alguns condominios começarem a cercarem algumas praias.
    Pagamos o IPTU na praia do Morro mas não vejo investimentos no mesmo bairro.
    Imagino os outros bairros como estão.

  3. A informação da Prefeitura Municipal de que o pier não é área pública é equivocada. Com pier ou não, a área à margem do canal marítimo é área da União, portanto é pública. Por convênio, aquela está sob tutela compartilhada com o Estado, através do IEMA. O acesso é direito irrestrito do cidadão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here