O embarque e desembarque exclusivo dos ônibus intermunicipais diretamente da nova rodoviária de Guarapari, assunto que causou polêmica durante o ano passado, pode estar de volta ao cotidiano do Guarapariense.

Informações obtidas pelo Portal 27 são de que após uma última reunião na tarde de hoje na prefeitura, os empresários responsáveis pela construção e administração da rodoviária e representantes da prefeitura e do Ministério Público, discutiram a volta do embarque e desembarque exclusivo na rodoviária.

Usuários do transporte intermunicipal só poderão embarcar na rodoviária Foto: Wilcler Carvalho/Portal 27

Segundo fontes ouvidas pelo Portal 27, chegou-se a um consenso da necessidade da volta do embarque na rodoviária, para que se cumpra o contrato assinado em 2011 e que se arrasta em processos na justiça. Alguns pontos fora da rodoviária foram liberados, como por exemplo a linha Dom Bosco x Ipiranga. Os outros pontos devem ser conhecidos com a divulgação do decreto que deve ser publicado na segunda feira (5). 

Os empresários foram procurados para falar sobre o assunto, mas disseram só vão se manifestar após a publicação do decreto. Procurada pelo Portal 27 a prefeitura afirmou que também só vai se pronunciar sobre o decreto após sua  publicação, o que deve acontecer no início da próxima semana.

ENTENDA O CASO. Inaugurada em 20 de dezembro de 2015, a nova rodoviária ou “Rodoshopping” foi palco discussões na justiça e protestos, após uma liminar expedida no dia 20 de abril de 2016, pelo juiz Gustavo Marçal da Silva e Silva, da Vara da Fazenda Pública Estadual que obrigava os passageiros dos ônibus intermunicipais a embarcarem e desembarcarem exclusivamente no novo terminal rodoviário.

O assunto se arrastou durante todo o ano de 2016, atravessou as eleições e ficou sem ter uma decisão até agora.  

Comments are closed.