Depois das notícias de cortes e contenção de despesas divulgadas pela prefeitura de Guarapari, onde mais de 100 pessoas foram demitidas nos últimos dias, fiquei me perguntando qual a realidade econômica de Guarapari.

Isso porque recentemente, a prefeitura divulgou que Guarapari era a 33º cidade mais bem administrada do país, segundo “Ranking As Melhores Cidades do Brasil”, elaborado pela Revista IstoÉ, em parceria com a Austin Rating. Solicitei pessoalmente a Secretaria de Comunicação, que divulgou essa informação, os dados oficiais e as cópias desta pesquisa, mas não obtive a documentação.

Ranking
Prefeito de Anchieta Marcus Assad esteve recebendo o prêmio. Foto: divulgação.

Mesmo assim, procurei e consegui achar o ranking na internet, que cita as cidades de Anchieta e Linhares, mas confesso que não achei Guarapari. Mas, enfim, como uma cidade que está entre as 30 mais bem administradas, dos 5.565 municípios do Brasil, passa pelo que passamos? Ou vive este momento difícil que estamos vivendo?

CidadesÓbvio que estamos vivendo uma crise nacional, com outros municípios também fazendo cortes parecidos com os de Guarapari. A diferença é que eles não divulgaram e alardearam pesquisas, onde estariam entre os municípios “mais bem administrados do país”. Algo está errado? Ou não? Vou perguntar de novo. Qual a realidade econômica de Guarapari?

IPTU. Outro dado interessante. De acordo com o jornal A Tribuna, Guarapari arrecadou em 2014 um total de R$ 21, 9 milhões com o IPTU. Um crescimento de 21.1% em relação ao ano anterior. Com isso, Guarapari está no quarto lugar das maiores arrecadações dos municípios capixabas. Mas, quando se divide o valor arrecadado pelo número de habitantes, a notícia fica ainda melhor para os cofres da cidade. Guarapari passa a ocupar o primeiro lugar, ultrapassando Vitória.mi_143454124722511

Então eu me pergunto. Qual a real situação administrativa e financeira de Guarapari? A que demite funcionários, reduz horário de funcionamento, corta festas, obras e outros serviços.  Ou a de uma cidade que está entre as 30 mais bem administradas do Brasil e segue na liderança em arrecadação de IPTU no Estado?  Algo está confuso, ou as informações não estão batendo. Também posso estar fazendo alguma conta errada. Ou não?

Deixe seu comentário