Na última segunda-feira (2) iniciou o período para recadastramento das linhas telefônicas pré-pagas no Espírito Santo. O cliente de telefonia móvel deve atualizar suas informações junto à operadora do serviço. Quem não fizer o procedimento pode ter a linha bloqueada e ficar incomunicável.

Imagem ilustrativa

O recadastramento vale tanto para clientes do Espírito Santo, quanto para de outros estados do país e deve ser feito até o dia 16 de novembro de 2019. De acordo com informações da Anatel, o bloqueio de celulares irregulares é realizado para a segurança do usuário e reduz o número de roubos e furtos, combatendo a clonagem do código de identificação do aparelho (IMEI).

Ao adquirir um telefone, inclusive, é importante que o cliente verifique se o IMEI do aparelho confere com o número presente na caixa, no corpo ou no manual de instruções. Por segurança, o IMEI também costuma ser identificado na nota fiscal de origem do aparelho. Para verificar esse código interno, basta discar *#06# no teclado numérico do aparelho.

As operadores notificarão os clientes que estão com cadastro irregular, mas quem quiser consultar sua situação pode acessar o site do “projeto Celular Legal” ou entrar em contato com sua operadora. Os dados necessários são nome, CPF, endereço completo. As máquinas de cartão que utilizam chip e não estiverem certificadas pela Anatel também poderão ser bloqueadas, para evitar, é necessário fazer o cadastro.

Central de atendimento das principais operadoras (número de telefone e site para atualização de cadastro)

Claro: 1052 ou www.claro.com.br/institucional/regulatorio/cadastro-pre

Tim: 1056 ou www.tim.com.br/sp/para-voce/projeto-cadastro-pre

Vivo: 1058 ou www.vivo.tl/cadpre

Oi: 1057 ou www.oi.com.br/celular/pre-pago/atualizar-cadastro

Deixe seu comentário