De acordo com Thiago Magno de Almeida, presidente do Sintrag, houve preliminarmente uma assembleia em que foi deliberada a paralisação. A adesão ao movimento se deu, conforme informa Thiago, em função da não resposta sobre o reajuste anual dos servidores. “A data base para reajuste dos servidores acontece em maio, como não tínhamos uma resposta, nós optamos pela paralisação”, afirmou.

“Não temos ainda como mensurar o impacto da Greve Geral de hoje no município de Guarapari. De todo modo, O Sintrag convocou os servidores para uma paralisação geral que acontece a partir das 8h dessa manhã, a fim de reivindicar seus direitos”, disse.

Em vez de acontecer em frente a Prefeitura Municipal, a paralisação está ocorrendo, segundo Thiago, no ginásio poliesportivo, onde o Sintrag vai passar para os servidores a proposta do prefeito que foi obtida ontem (13). Os serviços essenciais estarão funcionando ao longo do dia, “o restante dos servidores estarão presentes”, afirmou Thiago.

Deixe seu comentário