Dois jovens de 19 anos foram presos após desdobramento de operação que investigava um homicídio cometido no começo do mês de setembro. Os suspeitos foram encontrados após postarem um vídeo nas redes sociais ostentando as armas e provocando uma facção rival em Guarapari.

A operação estava investigando o assassinato de Diógenes dos Santos Oliveira, 24 anos, no dia 7 de setembro, até que os policiais se depararam com os suspeitos de participar do crime aparecendo no vídeo que circulava nas redes, com isso o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) se dirigiu ao bairro Paturá, onde montaram o cerco e realizaram a operação.

Segundo o delegado responsável pela DHPP, Franco Malini, existem duas facções rivais operando com o tráfico de drogas na localidade, e devido a briga entre elas que Diógenes foi morto.

“As associações criminosas dos bairros Paturá e Pontal de Santa Mônica são rivais. No curso das investigações do homicídio, a equipe da DHPP apurou que a vítima, um homem de 24 anos, foi morta por integrantes da associação de Pontal de Santa Mônica, porque eles suspeitaram que ela fazia parte da associação criminosa do bairro Paturá e estaria no bairro realizando o tráfico de drogas para o grupo rival”, explicou Franco.

“Nas imagens, ele aparecia com uma arma de fogo direcionada ao bairro Pontal de Santa Mônica, provocando os integrantes do grupo rival. Diante disso, a DHPP de Guarapari se dirigiu ao Bairro Paturá, a fim de localizar os integrantes dessa associação criminosa e apreender arma de fogo”, comentou Malini.

Os policiais envolvidos na prisão localizaram com os suspeitos, dois pinos vazios de cocaína, duas munições calibre 38, R$448 em espécie, três rádios comunicadores e uma capa de colete balístico, os agentes solicitaram o K9, cão responsável por localizar drogas escondidas ou enterradas, e encontraram também uma bucha de maconha.

Por fim o delegado revelou que o suspeito já era conhecido na polícia civil, pois era investigado por um assassinato ocorrido em julho desse ano.

“Ele é investigado no Inquérito Policial que apura o homicídio consumado, ocorrido no dia 03 de julho deste ano, também no bairro Paturá. As investigações o apontaram como sendo o autor do homicídio e como sendo integrante do grupo criminoso”, informou Franco.
Os suspeitos responderão pelo crime de colaborador de associação destinada ao tráfico. Eles foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari (DCPG).

Deixe seu comentário